Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Comentarista diz que 'Romário ganhou Copa sozinho' e leva bronca de Bebeto

UOL Esporte

02/04/2019 09h02

Uma análise do comentarista Marco Antonio Rodrigues, o Bodão, irritou o ex-jogador Bebeto ontem (01), durante o programa "Bem, Amigos!", do SporTV. O analista disse que Romário ganhou a Copa do Mundo de 1994 "sozinho", o que deixou o convidado da atração visivelmente incomodado.

"Na Copa do Mundo de 1994, o melhor jogador foi o senhor Romário, inclusive o melhor do mundo no ano. O Bebeto foi um excelente jogador, um belo coadjuvante, mas o Romário ganhou a Copa para o Brasil. Romário e Bebeto sim, mas o Romário jogou mais, foi decisivo em todos os jogos", disse Bodão.

Leia também

A afirmação foi prontamente rebatida por Bebeto, que fez parte da seleção campeã em 1994. O ex-jogador destacou a força coletiva da equipe que conquistou o tetracampeonato mundial para o Brasil.

"Bodão, eu não concordo contigo não, que o Romário ganhou a Copa sozinho. Se a gente não tem um time lá atrás, certinho, não ganha nada. Essa coisa de ganhar Copa sozinho não existe. Claro, ele fez os gols. Mas, se não tem um time, forte, com base forte, ninguém ganha nada sozinho. Aí o Neymar fica com essa coisa de ter que decidir sozinho, não vai ganhar sozinho. Tudo é pressão em cima do Neymar, tem que tirar a pressão de cima dele. Ele é um jogador que vai decidir pela qualidade que ele tem, pela habilidade. Não existe isso de ganhar Copa do Mundo sozinho, tá louco", rebateu Bebeto, fazendo Bodão dizer que "ganhar sozinho" foi apenas uma expressão.

Apresentador do programa, Galvão Bueno ainda tentou direcionar a conversa, dividindo o protagonismo entre Romário e Bebeto. O ex-jogador, no entanto, voltou a enfatizar que ninguém ganha títulos sozinho.

"O grupo todo foi importante. Essa coisa de ganhar sozinho não existe. Todo mundo tem que ganhar, ter o mesmo pensamento. Acha que ganhamos por quê? Todo mundo com o mesmo pensamento, um ajudando o outro. Eu abdiquei de muita coisa ali para que o Romário pudesse fazer os gols. Fiz os meus também, mas é por isso que conquistamos", afirmou.

O clima começou a ficar mais tranquilo graças a Caio Ribeiro, que defendeu ambos os pontos de vista e levou a discussão para outro caminho.

Galvão Bueno ainda brincou com a situação e se disse surpreso com a irritação de Bebeto.

"Eu conheço o Bebeto desde que ele era garotinho, desde que chegou ao Flamengo. Poucas vezes eu o vi tão bravo desse jeito", comentou.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.