Topo

Na FOX, Fábio Sormani se irrita com torcida do Santos: 'Vagabunda'

UOL Esporte

21/03/2019 16h28

(Crédito: Reprodução)

Fábio Sormani, comentarista do programa FOX Sports Rádio, se irritou hoje com os torcedores do Santos. Durante discussão sobre os problemas financeiros do clube, o jornalista disparou contra parte dos santistas que, em sua opinião, não se importam com o time.

"Por que não tem patrocinador máster? Porque não tem torcida presente. Você passa o jogo do Santos na televisão? Você coloca o Santos para jogar num estádio da capital, não vai ninguém. A torcida não ajuda. Se ela ajudasse e fosse ao campo, tivesse 30 mil pessoas por jogo e os jogos dessem audiência, o dinheiro entra. O Santos não tem dinheiro. Ele paga para jogar", soltou Sormani.

"O maior culpado, para mim, é o torcedor. Não aquele que vai no campo – esse tem que ser aplaudido eternamente. Agora, esses preguiçosos que ficam com a bunda no sofá, assistindo televisão, cornetando e enchendo o saco pelo Twitter. Esses poderiam desaparecer da face da Terra. Não aparece no jogo, não consome o Santos e só aparece para encher o saco. Esse é o problema", completou.

Leia também:

O comentarista não aliviou. Defendendo que parte da torcida não se importa com o time Sormani chegou a chama-la de "vagabunda".

"Não me conformo do torcedor do Santos não ir ao campo. O torcedor do Santos caga para o Santos. Não vai no campo. Não está nem aí. Torcida vagabunda. Os que vão no campo merecem todo o meu aplauso. Esses são legais. Esses são santistas. Mas 90% não deveriam ter o direito de falar a palavra Santos", disparou.

Na sequência, Sormani revelou que, mesmo sem ir aos jogos, compra entradas dos jogos para ajudar o time. "Eu compro para ajudar. Não vou. Compro ingresso de R$ 40 para mim, para os meus netos e meu filho, que não moram em São Paulo, para ajudar. Isso é gostar de um clube", afirmou.

Sobrou até para Marcelo Teixeira, presidente do Conselho Deliberativo do Santos. Para Sormani, o cartola poderia investir no clube, assim como Leila Pereira e Paulo Nobre fizeram no Palmeiras.

"Marcelo Teixeira poderia ser para o Santos o que a Leila Pereira é para o Palmeiras. Se ele torcesse para o Santos mesmo. Não estou dizendo para ele dar dinheiro para o Santos. Por que ele não compra o patrocínio máster? Faz negócio. Aí ele provaria que é torcedor do Santos. Ele não é obrigado", falou.

"Então não venha me dizer que ele torce para o Santos. Que ele chora pelo Santos. A Leila Pereira torce para o Palmeiras. O Paulo Nobre torce para o Palmeiras. Não estou falando para doar dinheiro. Estou falando para fazer um negócio. Que ele desapareça do Santos. Ele tem dinheiro e poderia ajudar! É uma via de mão dupla. Quem tem, tem que ajudar", acrescentou.

Siga o UOL Esporte no

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV