PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Chico Lang assume personagem corintiano e diz que não iria para Globo

UOL Esporte

06/09/2013 06h00

Crédito da imagem: Reprodução

Chico Lang é um dos jornalistas mais polêmicos das Mesas Redondas da TV brasileira. Funcionário da TV Gazeta há 22 anos, ele é um dos poucos que assume claramente o time que torce, mas diz que não tem problemas com as torcidas rivais por um simples motivo: todos entendem que ele interpreta um personagem.

"Depois de 22 anos de televisão fazendo tipo corintiano, sou muito bem recebido em qualquer lugar. Hoje a torcida sabe que se trata de um personagem e respeita. Vi que não foi pênalti do Sheik domingo passado, mas falei para provocar. O torcedor entendeu que é um tipo que eu faço", declarou para o UOL Esporte.

Você acha que jornalistas, apresentadores e comentaristas devem revelar o time para que torcem?

Resultado parcial

Total de 16851 votos
81,95%
18,05%
Total de 16851 votos

"[Os rivais] Me tratam muito bem. Acostumaram com o personagem, respeitam isso. Sou transparente. Muita gente torce para um clube e não fala. Eu assumo, eu falo".

Chico Lang contou que costuma até dar autógrafos e tirar fotos quando encontra os corintianos. A popularidade com a torcida fez o jornalista se aventurar em uma campanha para ser vereador de São Paulo em 2012. Com 12.340 votos, ele ficou na 107ª colocação geral e não foi eleito.

Um ano depois, Lang culpa o excesso de candidatos que concorreram com a bandeira do Corinthians por não ter sido eleito, e alega que não tentará mais nada como político.

"Saíram muitos candidatos em cima do Corinthians. O Marcelinho [Carioca], Dinei, Vovó da Fiel. Somando dá quase 50 mil votos. Se tivesse saído só um, com certeza teria sido eleito…como saiu muito corintiano, alguns até com o poderio econômico mais forte que o meu, ficou muito divido".

Atualmente, ele se diz tão feliz na TV que rejeitaria até um convite para trabalhar na Globo. "Não deixo não [a Gazeta]. Hoje em dia é difícil [sair]. De cara diria não [para a proposta]. Aqui é uma redação alegre, bacana. Um brinca com o outro, ninguém quer ferrar o outro. Nesse nosso meio tem muita concorrência, deslealdade. Lá não tem isso, é muito legal. A gente se sente bem".

"Nestes 22 anos na Gazeta, estive namorando outras emissoras, mas nunca deu certo, mas na base amizade. Comecei no jornalismo escrito (Lang trabalhou na Folha de S.Paulo e no Notícias Populares) com a maioria da diretoria da Globo. Eles já me falaram: sai da Gazeta e vem pra cá, mas sempre na base da brincadeira, pois eles sabem que não vou sair da Gazeta, me sinto super bem aqui".

Com 59 anos, Lang disse que fica no máximo mais quatro na frente das câmeras. Depois disso, o jornalista declarou que quer atuar na direção de programas.

"Estou na fase de querer ficar mais na produção, direção, do que usar o vídeo. Acho que aprendi bastante coisa, que dá pra ir mais pra trás do que pra frente. O cabelo fica branco. Começo a ficar enrugado, fica feio, tem HD e tal. Tem q haver uma troca. Toda troca é positiva".

Renan Prates
Do UOL, em São Paulo

VOTE: QUAL O MELHOR COMENTARISTA DO PAÍS?

Mais: Saiba quem foram as últimas vítimas das chineladas de Chico Lang

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV