Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Muricy vê Palmeiras sem dois times e Hernanes com pouco espaço no São Paulo

UOL Esporte

02/05/2019 14h41

(Reprodução/SporTV)

O Palmeiras tem dois times? Para Muricy Ramalho, não. Ao falar, durante o Globo Esporte, sobre o empate do Alviverde com o CSA, o comentarista defendeu que Felipão precisa mexer menos no time para não 'perder pontos pelo caminho'.

"Todo mundo fala que o Palmeiras tem dois times, mas não tem. Ele tem um time titular e outro que ele mexe demais, principalmente do meio de campo para frente. Aí vem a dificuldade, não é um time entrosado. A vantagem nisso é que ele roda os jogadores, mas, com certeza, esse negócio de dois times não é correto. Ele deixou muita gente aqui em São Paulo. No Campeonato Brasileiro, não pode demorar muito tempo e perder pontos no caminho", disse o ex-treinador.

Por outro lado, Muricy ressaltou que o Corinthians deve rodar mais o elenco após os jogadores alegarem cansaço depois da vitória contra a Chapecoense.

"Vai ter que mudar o planejamento e rodar um pouco mais o elenco e o Carille sabe disso. Tem 10 jogos antes da parada para a Copa América, e jogos decisivos. O Corinthians não tem um grande elenco, tem um bom time. Vai ter que rever o planejamento porque a intensidade e quilometragem está muito alta", afirmou Ramalho, que também falou sobre o jovem Carlos Augusto:

Leia também:

"Jogando muita bola. E tem outra coisa, a palavra do treinador. É muito importante falar que o cara seria titular se não fosse para a seleção brasileira Sub-20. O Avelar vai ter que tomar cuidado que o menino vem forte".

Sem espaço?
Aonde colocar Hernanes? Entrando no segundo tempo na vitória do São Paulo contra o Goiás, o jogador, segundo Muricy Ramalho, terá dificuldades para se encaixar no time. No jogo de ontem, o Profeta entrou no lugar de Alexandre Pato.

"O Hernanes vai ter dificuldades para entrar nesse time. Claro que ele vai jogar porque são muitos jogos, mas vai ter um pouco de dificuldade", analisou Muricy, que exaltou o trabalho de Cuca. "Além dos bons jogadores, a diferença é o treinador. O Cuca sabe armar times. Ele fez uma mudança hoje que ninguém esperava: tirou o Igor para colocar o Toró".

No que diz respeito à Pato, que balançou as redes ontem, Ramalho explicou que o atacante precisa de companhia para conseguir melhor rendimento. "O Pato não pode jogar sozinho na frente. Ele jogou com duas linhas de quatro e dois atacantes, aí o Pato rende melhor".

Messi alcançou Pelé?
Lionel Messi chegou a 600 gols na vitória do Barcelona sobre o Liverpool pela Liga dos Campeões. Com direito a uma pintura em cobrança de falta, o voltou a ser comparado com Pelé. Para Muricy, Messi trilha o caminho para 'ser o sucessor' do Rei do Futebol.

"Ele é fora de série. Está perto de ser o sucessor de Pelé. Caminha para isso. No número de gols também. Claro que não é fácil marcar o número de gols do Pelé, mas é um cara que é decisivo como o Pelé. O Barcelona com o Messi é um e sem, outro", falou.

Sobre a comparação com Cristiano Ronaldo, o ex-treinador foi sucinto ao optar pelo argentino "É melhor, mais decisivo"

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.