PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Torcedor ofende repórter do SporTV e é expulso do estádio em jogo do Gaúcho

UOL Esporte

25/03/2018 22h05

Em um dia no qual quase 50 jornalistas lançaram um manifesto para condenar o machismo na cobertura esportiva, mais um exemplo negativo ocorreu no futebol brasileiro. Na partida entre São José x Brasil de Pelotas, válida pela semifinal do Campeonato Gaúcho, um torcedor ofendeu a repórter Kelly Costa, do SporTV, com xingamentos sexistas e acabou expulso do estádio durante o confronto que terminou empatado por 1 a 1.

De acordo com informações passadas pelo São José, o torcedor foi rapidamente identificado pelo clube e expulso do estádio. O agressor acabou levado pela Brigada Militar para a delegacia próxima ao local da partida.

Somente neste ano, foi o segundo de problemas com jornalistas esportivas no Rio Grande do Sul. No último dia 11, antes do clássico entre Grêmio x Internacional no Beira-Rio, um torcedor colorado agrediu Renata Medeiros, da Rádio Gaúcha, após xinga-la também de maneira sexista.

A jornalista de rádio, que gravou o momento da agressão, registrou um Boletim de Ocorrência contra o torcedor e recebeu o apoio do Internacional, que, assim como o São José, expulsou o agressor do estádio.

Os seguintes casos de mau comportamento de torcedores e profissionais contra mulheres nos estádios gerou uma manifestação neste domingo. Para dar voz à insatisfação, cerca de 50 jornalistas produziram um vídeo com uma mensagem forte de questionamento, narrada por todas as envolvidas na campanha, divulgada no Instagram, no Twitter e no Facebook.

A repórter depois se pronunciou sobre o assunto. "Não é a primeira vez que escutamos ofensas e insultos, não é só a Kelly Costa que sofre com isso. (…) Mesmo a gente lançando uma campanha deste tamanho, parece que não se esgota. Já sofri com xingamentos de torcida, ato de machismo de um técnico de futebol, é mesmo para mostrar nossa identificação. Queremos combater este tipo de atitude nos estádios para que a gente possa trabalhar com tranquilidade", discursou a jornalista na própria emissora.

No SporTV, Kelly relembrou o caso polêmico ocorrido durante uma entrevista com Guto Ferreira em julho do ano passado. Após uma pergunta da jornalista, o ex-treinador do Internacional respondeu que "não responderia porque você é mulher e talvez não tenha jogado (futebol)". O próprio antigo comandante da equipe colorada, ciente da colocação machista, procurou a jornalista para se desculpar.

Por José Edgar de Matos
Do UOL, em São Paulo (SP)

Leia também:

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV