Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

‘Substituto’ de Galvão, Milton Leite já cornetou a Globo e Ceni no ar; ouça

UOL Esporte

29/11/2013 06h00

Enquanto a Rede Globo conta com o que devem ser os últimos anos na carreira do veterano Galvão Bueno, Milton Leite aparece como o narrador que deve substituí-lo como número 1 da emissora num futuro próximo. Antes disso, o paulistano de 54 anos, famoso pelo bordão "Que beleza!", teve suas derrapadas: cornetou a Globo nos seus tempos de ESPN Brasil e foi flagrado dizendo que Rogério Ceni é "chato pra c…".

Mais narradores

  • Antes e depois: Do Valle narrou golaços e já chamou Band de Globo
  • Veja o antes e o depois de narrações de Galvão em 3 décadas e compare fases
  • Cléber Machado se destaca por poucos bordões e muitas gafes; ouça narrações

O paulistano de 54 anos ganhou grande destaque na ESPN Brasil e em seguida foi contratado pelo SporTV. Pouco a pouco, foi ganhando seu espaço nas transmissões do canal a cabo e foi promovido às transmissões na TV Globo, deixando para trás os tropeços, que pouco atrapalharam sua evolução.

Nos bastidores, sua ascensão é tratada como a construção de um novo narrador para ocupar o cargo principal no comando do microfone das narrações esportivas da emissora. Galvão chegou a anunciar que se aposentaria depois da Copa do Mundo de 2014, mas voltou atrás.

Como outros narradores, Milton Leite não escapou de algumas pérolas no ar, que ficaram famosas nos últimos anos. Sejam gafes ou por simplesmente falar o que pensa.

Entre as menos conhecidas, ele chegou a criticar no meio de uma transmissão o canal onde trabalha hoje. Pela ESPN Brasil, Milton Leite narrava a partida entre San Antonio Spurs e Vasco, no McDonald's Championship, de 1999, quando leu uma mensagem de um telespectador.

  • 11744
  • true
  • http://esporte.uol.com.br/enquetes/2013/09/06/voce-acha-que-jornalistas-apresentadores-e-comentaristas-devem-revelar-o-time-para-que-torcem.js

"Não está dando para ler aqui, mas é um assinante que se mostra decepcionado com a TV Globo e o diário Lance. Ele diz que nas suas edições hoje, tanto o Globo Esporte, da Globo, quanto o Lance dedicaram pouco espaço para a campanha do Vasco. A Globo a gente entende que só dá espaço para aquilo que ela transmite. Quando não é dela, ela ignora", disse ele, na ocasião (veja vídeo acima).

O outro caso que ficou famoso teve Rogério Ceni como seu alvo. Imagens de bastidores de uma transmissão vazaram e flagraram Milton Leite ao lado de Andre Rizek, comentando: "O Rogério Ceni é chato pra c…".

Apesar de polêmicos, os casos não interferiram no seu status de aposta da TV Globo. Milton Leite se graduou na Escola de Comunicação da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Ele iniciou a carreira na Rádio Difusora de Jundiaí e passou pelo jornal O Estado de São Paulo. Em 1990, começou a narrar na extinta TV Jovem Pan, por onde ficou por cinco anos.

Narrações pensadas

  • Milton Leite contou em entrevista ao Redação SporTV que tem usado uma tática diferente nas narrações. Em momentos importantes, ele tenta criar antecipadamente algo com uma "assinatura". Ele o fez, por exemplo, ao narrar o título do Corinthians no Mundial de Clubes."Ela veio de inspiração, mas não na hora, né?. As últimas narrações de título que eu tenho feito, eu sempre faço uma assinatura um pouco diferente. E essa evidentemente estava pensada. Eu pensei muito nela no voo para o Japão. Fui fazendo anotações, criando frases, até que saiu essa formatação. Mas óbvio que na hora não ia sair tão bem feitinha como ela saiu ali. É uma coisa que tenho procurado fazer de uns quatro, cinco anos para cá", explicou.


De lá, começou sua carreira na ESPN Brasil, onde realmente cresceu e chamou a atenção, até chegar ao SporTV em 2005. No quesito narração, a marcante voz de Milton Leite se manteve constante. A diferença é que no início de seus tempos na ESPN Brasil, o narrador era levado pela emoção e cometia algumas desafinadas engraçadas.

Com a evolução e a maturidade naturais pelo que passou, esses detalhes foram superados e Milton Leite acabou criando um estilo muito próprio de narrar, com uma boa dose de bom humor.

O "Que beleza!", seu bordão mais famoso foi inspirado no repórter Wanderley Nogueira, como ele próprio conta. Outros são comuns em suas transmissões, como: "Que fase", "Olha a batida" e "Segue o jogo".

Maurício Dehò
Do UOL, em São Paulo

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

Mais UOL Esporte vê TV