Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Daniel Alves se emociona no Faustão, fala de estilo e cobra respeito

UOL Esporte

14/07/2019 18h25

(Crédito: Rede Globo/Reprodução)

Daniel Alves foi o convidado do quadro Arquivo Confidencial, na edição de hoje do Domingão do Faustão (Rede Globo). E não deixou de ser questionado, entre outras coisas, a respeito de seu estilo fora de campo.

Acostumado a aparecer publicamente com roupas chamativas, o jogador demonstrou não se preocupar com as opiniões alheias. Para ele, decisões individuais precisam ser respeitadas.

"Acredito que devemos fazer as coisas por nós mesmos, e que elas reflitam nas outras pessoas. Eu não estereotipo uma pessoa pela vestimenta dela. Acredito que as pessoas são o que são, e a gente tem que respeitar", disse.

"Que as pessoas sejam o que elas querem ser, mas que elas sejam felizes. Que elas possam respeitar as decisões delas, de optar pelo que elas querem. Cada um tem sua vida e cada um deve cuidar da sua", acrescentou.

Mais tarde, o próprio Daniel Alves explicou como sua mentalidade amadureceu para as diferenças desde os tempos da juventude em Juazeiro (BA), onde nasceu e cresceu. Com passagens por Juazeiro e Bahia nas categorias de base, o lateral se profissionalizou pelo clube de Salvador; desde então, passou por Sevilla, Barcelona, Juventus e Paris Saint-Germain, do qual se desvinculou recentemente.

"Fui criado no interior da Bahia. Não tive acesso a muitas coisas. Quando você vai para fora, abre um pouco a sua mente. Hoje tenho um monte de amigos e as pessoas dizem: 'seu amigo é gay?'. Meu amigo é meu amigo. Gosto do humano. Quando fui morar fora, isso ficou suave, de as pessoas se gostarem. Se é rico, pobre, qual é a condição dele… Se a pessoa é feliz daquela maneira, deixa elas serem felizes, desfrutarem do que elas querem", declarou.

Ainda no programa da Rede Globo, o lateral direito falou sobre um curso de gestão esportiva que fez na Universidade de Harvard, nos EUA. No entanto, como aprendeu sozinho a falar inglês, precisou reforçar os estudos com a ajuda de um amigo no primeiro semestre de 2018, quando se recuperava de uma lesão que o tirou da Copa do Mundo na Rússia.

"Eu não dominava bem o inglês, e tinha de fazer essa entrevista antes. Quando eu machuquei para a Copa, eu operei. Ele (amigo) falou para aproveitar a oportunidade. Você coloca os limites na sua vida, e eu sou muito curioso, quero aprender as coisas com as pessoas. Surgiu a possibilidade de ir para o curso, e eu pensei que seria a chance de me aperfeiçoar. Jogar futebol é só uma parte da minha vida, eu tenho muitas outras", disse.

Família

Ao apresentador, o lateral campeão da Copa América 2019 com a seleção brasileira relembrou sua origem humilde na Bahia também como espectador do programa. E mencionou algumas das dificuldades que venceu com o passar da carreira.

"Queria agradecer pela oportunidade. Você é uma das referências – a gente não tinha TV, mas assistia você na TV dos outros. Estar aqui é muito prazeroso. Fazendo isso, mostrando um pouco a minha vida, de onde eu cresci, de onde eu sou, é mais especial ainda. As pessoas passam a entender que é tudo é possível, basta que as pessoas se dediquem e corram atrás dos sonhos delas", disse o lateral.

O quadro ainda abordou questões familiares de Daniel Alves. Ney, irmão do lateral, lembrou do sonho do pai deles, Domingos, de ser jogador de futebol. A menção levou Daniel – e o irmão na gravação – às lágrimas.

(Crédito: Rede Globo/Reprodução)

"Meu pai e minha mãe são tudo para mim, principalmente meu pai. Meu pai era o que batalhava mais, era o que ia atrás para colocar comida em casa. Quando eu saí de casa, nem deu tempo de falar com a minha mãe e ele falou: 'vai, filho, se é isso que você quer'. Eu prometi para ele uma coisa: 'pai, eu só vou voltar aqui se for pra te dar um abraço"', contou, interrompendo a resposta em meio às lágrimas.

"Meu pai é meu tudo. Eu falei: 'se for para voltar aqui, é para a gente se abraçar, rir muito. Se houver dificuldade, eu vou fazer igual o senhor fez, não vou desistir"', completou.

(Crédito: Rede Globo/Reprodução)

Ex-namoradas e ex-mulher

O programa entrevistou algumas das primeiras namoradas de Daniel Alves. A uma delas, já como jogador de futebol, ele telefonava a cobrar para conseguir conversar.

"São histórias interessantes. Eu ligava a cobrar porque não tinha dinheiro. Vale tudo. Mas ela me atendia", contou, sorridente.

A ex-mulher de Daniel Alves, Dinorah Santana, também foi entrevistada. Embora os dois não sejam mais um casal, seguem como sócios em diversas empresas. O atual marido dela, Fransérgio, é amigo do lateral.

"Uma das coisas que eu mais prezo na vida é o ser humano, ninguém é dono de ninguém. As pessoas são livres para fazer o que querem. Eu prezo muito pela felicidade das pessoas. Quando eu me separei da Dinorah, ela continuou sendo minha sócia nas nossas empresas. Uma relação entre homem e mulher ficou naquele momento, e deixou o presente mais incrível que tenho na vida, que são os meus filhos", explicou.

"Eu prezava muito pelas crianças estarem próximas de mim. Uma forma de fazer isso era me dar bem com a mãe deles. Se eu fizesse algo diferente disso, ela iria embora e me afastaria deles. O Fran, entrando para fazer um negócio com a minha empresa, acabou conhecendo a Dinorah. É curioso, mas é a realidade. A gente preza pela parte interna das pessoas, e não externa", acrescentou.

Nas redes sociais, o público também se emocionou com o quadro retratando o jogador. E também se impressionou com o estilo do jogador.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.