PUBLICIDADE
Topo

Wimbledon: Bia Haddad reclama por vitória fora da TV; 2º jogo será exibido

UOL Esporte

03/07/2019 16h16

(Crédito: REUTERS/Hannah McKay)

A brasileira Beatriz Haddad Maia venceu a ex-número 1 do mundo Garbiñe Muguruza na última terça-feira no Grand Slam de Wimbledon. Foi a principal vitória da carreira da tenista, mas a TV brasileira não mostrou ao vivo, apesar de o SporTV estar transmitindo o evento e, naquele momento, um jogo do torneio estar em exibição.

"Eu soube porque minha família tentou acompanhar e eles não puderam. Faz parte, mas sempre penso no que eu posso fazer para melhorar e ajudar o tênis feminino a crescer no país. Mas daí para a frente não temos controle. Acredito que com esses momentos podemos motivar crianças a quererem estar lá também. Não é porque foi comigo. É muito legal para a garotada ver um Thiago (Monteiro), Rogerinho (Dutra Silva), Marcelo (Melo) e Bruno (Soares)", afirmou a tenista.

Leia mais:

Bia chegou a reclamar para a emissora em entrevista, mas sua queixa não foi ao ar. Ela conta que não recebeu qualquer justificativa ou pedido de desculpas por parte do canal. O jogo de Bia deixou de ser exibido por concorrer com a estreia do suíço Roger Federer em Wimbledon. Como a emissora usa apenas um de seus canais para o tênis, a opção era mostrar flashes da brasileira, o que ocorreu. Os pontos finais da vitória, porém, só foram mostrados alguns minutos depois, quando quem acompanhava o torneio já sabia que ela tinha vencido.

"Sei que o Federer merece todos os canais do mundo. Ele é o Federer! Mas eu era a única sul-americana jogando a chave e no meu próprio país não passa", queixou-se.

Melhor tenista brasileira na atualidade, Bia ressaltou que a não exibição de sua partida não interfere seu jogo, mas apontou que seria uma oportunidade de exibir o tênis feminino em um momento importante. Atualmente, ela é a única brasileira entre as 300 melhores do ranking mundial  – voltará ao top 100 com a vitória em Wimbledon. O país conta com apenas dez jogadoras com pontos no circuito WTA.

"No fundo, para mim, Bia, não muda nada. Eu vou entrar e jogar e não interfere. Eu só penso na galera que está crescendo no Brasil, nas meninas que jogam e que podem acreditar. São poucas oportunidades de passarmos jogos femininos no Brasil e talvez mudando aos poucos conseguimos melhorar a nossa cultura com o esporte também".

A brasileira volta a jogar pela segunda rodada de Wimbledon nesta quinta-feira diante da britânica Harriet Dart, a partir das 7h (de Brasília), na quadra 12 do torneio. A reportagem confirmou que esse segundo jogo será exibido.

Por Rubens Lisboa, colaboração para o UOL Esporte

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV