Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Comentarista da Globo validaria gol de G. Jesus, mas anularia o de Coutinho

UOL Esporte

2018-06-20T19:23:29

18/06/2019 23h29

O Brasil teve dois gols anulados pelo árbitro de vídeo (VAR) na partida de hoje, contra a Venezuela, pela Copa América. Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem do Grupo Globo, validaria o primeiro lance, de Gabriel Jesus, mas anularia o segundo, de Philippe Coutinho.

Leia também:

No primeiro gol, Gabriel Jesus inaugurou o placar, mas teve o gol anulado após o árbitro consultar o VAR. O comentarista entendeu que o lance deveria ser validado. Na opinião do ex-árbitro, o zagueiro da Venezuela anulou a posição de impedimento de Roberto Firmino, que daria a assistência para o gol, ao tentar fazer o corte e errar.

"O que ele vai olhar ali é o possível impedimento do Firmino depois do chute do Gabriel Jesus. Eu daria o gol. Na minha opinião, o movimento do defensor da Venezuela dá origem a um novo lance, porque ele ataca a bola. Assim, ele anula a posição de impedimento do Firmino", explicou.

O árbitro da partida, no entanto, entendeu que o início da jogada foi mesmo o chute de Gabriel Jesus, considerando o toque do defensor da Venezuela como um rebote, o que caracterizou a posição de impedimento de Firmino. Assim, o gol do Brasil foi invalidado, apesar dos protestos.

Já no segundo lance, Coutinho bateu para o gol, mas a bola desviou levemente em Firmino. Apenas um jogador da Venezuela estava à frente do atacante brasileiro. A arbitragem assinalou impedimento, e Paulo César concordou.

"Ele está revendo porque a bola bateu no Firmino antes de entrar no gol. Depois do chute do Phillippe Coutinho, a bola bate no Firmino e só tem um jogador na frente dele. Então, o gol, na minha opinião foi irregular. Em lances de impedimento, ele não precisa necessariamente olhar o monitor", declarou.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.