Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Rômulo é aclamado na web após narrar finais e vibra com crescimento da NBA

Patrick Mesquita

2015-06-20T19:07:24

15/06/2019 07h24

Crédito: Reprodução/Instagram

A temporada da NBA terminou com o Toronto Raptors campeão pela primeira vez na história. Mas, nas redes sociais, outro nome também se consagrou durante a final da liga. Cada vez mais reconhecido desde que narrou jogos de vôlei na Olimpíada do Rio de Janeiro, o narrador da ESPN Rômulo Mendonça novamente foi aclamado na web.

Com uma forte conexão com o mundo "pop", o profissional renovou o arsenal de bordões antes e durante as partidas entre Raptors e Warriors. Expressões como "E aí fake" e "razão da minha libido" estiveram presentes nas transmissões. Os internautas foram à loucura com as inovações, e a repercussão surpreendeu Rômulo.

"Realmente foi uma repercussão muito grande. Imaginei que algo nesse padrão só ocorreria em transmissões envolvendo seleção brasileira como foi meu caso com o vôlei nas Olimpíadas do Rio. Alcançar esse nível de interação espontânea com uma transmissão de uma liga estrangeira indica como a NBA cresce cada vez mais em interesse no Brasil e como consegui impor meu estilo de narração a esse contexto", disse o narrador em entrevista ao UOL Esporte.

Leia também 
Como os Raptors foram de 'time onde ninguém quer jogar' a campeões da NBA
Mudo, indecifrável e gênio: quem é Kawhi Leonard, MVP das finais e líder do campeão Toronto
Kawhi Leonard esquece troféu de MVP em sala de coletiva de imprensa
Drake vai de 'torcedor chato' a personagem de título inédito dos Raptors

A renovação dos bordões tem um segredo: estar antenado ao noticiário brasileiro. O intuito é criar uma aproximação com o público, mesmo com a transmissão sendo feita diretamente dos Estados Unidos.

"Tenho minhas expressões que vou renovando ao longo das temporadas e tem esses momentos especiais em que, de forma sutil ou nem tanto assim, busco citar com humor algo que está em destaque no noticiário e que tenha alguma sintonia ou analogia com aquele momento específico de uma jogada ou domínio de um time. É uma forma de dizer: estamos aqui no exterior, mas estamos ligados no Brasil. Acho que isso causa um impacto muito grande em que está nos acompanhando. Tem um efeito de aproximação muito forte", afirmou.

Apesar de investir firme no humor durante o trabalho, Rômulo destaca que existe um limite para as brincadeiras que faz no ar. De acordo com o narrador, é preciso ter cuidado para não ser grosseiro durante as narrações.

"O limite é não ser grosseiro, ofensivo, ter o cuidado de variar as expressões ao longo da série e não ser refém dessas expressões. Elas existem para serem utilizadas e dar uma ênfase especial à narração. Quem acompanha dois minutos de melhores momentos pode achar que a narração só tem bordão, mas quem acompanha todo jogo sabe que a transmissão é um relato constante e as expressões são utilizadas com critério para dar vida à transmissão, seja com humor ou com emoção", analisou.

Situação inusitada em Oakland

Quem assistiu aos jogos que foram transmitidos direto da Oracle Arena, casa dos Warriors, pode notar Rômulo relatando a surpresa de alguns torcedores locais com a empolgação do brasileiro. Segundo o narrador, as cabines para os profissionais de imprensa ficam próximas às arquibancadas. Assim, algumas pessoas conseguiram ouvir os gritos, mas não houve qualquer reação hostil.

"Em Oakland, na Califórnia, a cabine fica bem perto dos torcedores. Então muitas vezes eles olhavam curiosos quando gritos em português eram percebidos. Não houve nenhum tipo de hostilidade, muito pelo contrário, eles riam e teve quem acenou. A questão é que quando o destaque era para o Toronto eu era muito mais ouvido por eles devido ao silêncio do ginásio em meio à cesta do adversário. Mas nem assim percebi raiva e sim curiosidade. Bem diferente de por exemplo narrar um jogo de times brasileiros e vibrar em momentos do visitante", contou.

Veja como a web reagiu às narrações de Rômulo Mendonça:

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.