Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Neto alfineta Globo e Vadão em derrota da seleção brasileira feminina

Chico Silva

2013-06-20T19:16:40

13/06/2019 16h40

Oliveira Andrade, Alline Calandrini e Neto (Reprodução/Band)

Ao contrário da Globo, a Band é veterana em transmissões de futebol feminino. É uma história que começou ainda nos tempos do saudoso Show do Esporte, atração comandada por Luciano do Vale que ocupava quase toda a grade de programação da emissora nos domingos da década de 1980. Hoje, sem a voz e o carisma de Luciano, Neto é a aposta da casa para encarar a concorrência global nas transmissões da Copa do Mundo de Futebol Feminino. E nisso cumpriu bem seu papel. Foram ao menos três provocações diretas à adversária durante os 90 minutos da derrota brasileira para a Austrália, hoje, no Stade de la Mosson, em Montpellier.

A primeira foi ainda antes de a bola rolar. Neto afirmou que Alline Calandrini era a melhor comentarista de futebol feminino do Brasil. Enquanto isso, a Globo tem Ana Thais Matos, que domingo se tornou a primeira mulher a comentar uma partida de futebol na principal emissora do país. Há no mínimo um empate técnico entre elas. Ana Thais tem uma carreira mais longa no jornalismo. Antes de estrear na função, foi repórter de clube e faz parte do elenco do Sportv, onde tem cadeira fixa no programa Troca de Passe. Alline foi zagueira da seleção brasileira e de clubes como Santos e Corinthians. E um ponto positivo. Ao contrário da maioria dos colegas homens, buscou especialização e se formou em jornalismo.

Leia também

O "infalível"

Minutos depois, veio a provocação mais explícita. No pênalti cometido pela volante Thaísa, que posteriormente foi anulado após o VAR flagrar que a meio-campo australiana Yallop havia colocado a mão na bola, Neto cravou que foi falta de Thaísa dentro da área. E não perdeu a oportunidade de alfinetar os colegas da concorrente. "Foi pênalti. Dificilmente eu erro. Já os caras da outra TV têm que ver o replay 200 vezes para dizer se foi ou não". Como o lance foi anulado, não foi possível saber se Neto tinha ou não razão sobre a marcação do pênalti.

A última ironia veio após um elogio ao técnico Oswaldo Alvarez, o Vadão. Segundo Neto, o treinador teria arrumado o time depois das nove derrotas seguidas antes da vitória sobre a Jamaica na estreia no Mundial. Neto diz ter constatado essa evolução porque vinha acompanhando a seleção no período de preparação para o torneio. "O DNA do futebol feminino é aqui. É na Band". Porém, a empolgação com Vadão não durou muito. Após a virada australiana, o comentarista detonou o técnico e afirmou que ele havia "arrebentado o time" ao tirar Marta e Formiga no intervalo.

Nem Pelé tem

Apesar das cutucadas na Globo, Neto estava mais calmo e equilibrado que de costume. Ao contrário do que normalmente se vê nos seus programas "Os Donos da Bola" e "Baita Amigos", manteve um tom de voz moderado, não atropelou o monótono narrador Oliveira Andrade e sua colega Alline e não xingou ninguém. Quem esperava uma derrapada como a de Caio Ribeiro, que na partida de domingo foi "cornetado" nas redes sociais por elogiar a beleza da meio-campista Andressa Alves, se frustrou. Neto se limitou a comentar o que viu em campo. Mesmo contido, falou bem mais que Alline. Durante a transmissão, fez 56 intervenções, contra 40 da comentarista. Marta foi o principal assunto das falas do ex-jogador, que não se cansou de elogiá-la. Quando marcou o gol de pênalti e ultrapassou a marca Ronaldo Fenômeno em Copas do Mundo, Neto não se conteve. "Marta não é Maradona, Pelé, Ronaldo, Cristiano Ronaldo, Neymar. Mas nenhum deles têm o que ela tem. Ninguém tem 16 gols em Copa do Mundo", derreteu-se.

A transmissão da Band não teve banda Didá no Pelourinho, em Salvador. Nem imagens das casas das famílias das jogadoras, como na Globo. Mas contou com um link ao vivo da repórter Yara Fantoni no alojamento das jogadoras do Santos, conhecidas como Sereias da Vila, e a participação, tardia, entrou apenas aos 20 minutos do segundo tempo, e sem imagem do correspondente da emissora na Europa, Felipe Kieling. Agora, a Band torce por um resultado similar ao da estreia da Seleção. O jogo de domingo dobrou a audiência do horário. De um passou para dois pontos.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.