PUBLICIDADE
Topo

Relação entre futebol e religião é pano de fundo de nova série de TV

UOL Esporte

07/06/2019 13h00

(Crédito: Divulgação)

O canal Prime Box Brazil estreia, no dia 13 de julho, a série Chuteira Preta, que tem a relação entre futebol e religião como pano de fundo.

A produção, com Paulo Nascimento como roteirista e diretor, tem Márcio Kieling interpretando Kadu, um jogador de futebol premiado que já não vive o melhor momento de sua carreira. Sua ex-mulher, Flávia (Karin Roepke), simula ter sido alvo de agressões físicas para tentar extorqui-lo, colocando o astro contra o julgamento das redes sociais.

A trama retrata elementos que contribuem para o declínio muitas vezes precoce da carreira de jogadores. No caso de Chuteira Preta, Kadu se vê envolvido em extorsões, prostituição, manipulação de resultados, corrupção de jogadores e dirigentes e até tráfico de drogas. A religião surge como um contraponto para que o atleta tente superar traumas.

(Crédito: Divulgação)

"No mínimo, 50% dos jogadores são evangélicos. A explicação me parece óbvia: falta de estrutura. Quando você não tem equilíbrio emocional e psicológico, quem te der a mão, você vai atrás. Quem exerce esse papel é a religião", explica o diretor Paulo Nascimento. "Evangélicos podem até derrubar o técnico, se assim quiserem. Eles são um grupo fechado de jogadores nos vestiários dos clubes com regras e comportamentos específicos", acrescenta.

Na obra, diversos jogadores são ligados ao pastor Carlos (Nelson Diniz), que faz de sua igreja uma rentável fonte de dinheiro. A série conta ainda com Nuno Leal Maia, Kadu Moliterno, Marcos Breda, Zé Victor Castiel, Luis Navarro, Cristiano Garcia, Rafael Sieg e Allan Souza Lima no elenco. A produção é da Accorde Filmes.

(Crédito: Divulgação)

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV