Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Lucas Gutierrez sofre em estreia no EE ao ser "ensanduichado" por atos e F1

Chico Silva

2026-05-20T19:22:05

26/05/2019 22h05

Reprodução/TV Globo

Ontem teve início a troca de bastão no Esporte Espetacular (EE). Mas curiosamente o novo e o velho apresentador dividiram a cena. Com as férias de Barbara Coelho, o futuro dono do posto, Lucas Gutierrez, antecipou sua estreia em duas semanas e na prática assumiu o comando do mais antigo programa esportivo do canal. Ele substituirá justamente o colega com quem dividiu a cena na edição de ontem.

De malas prontas para São Paulo, onde irá comandar o Globo Esporte SP, Felipe Andreoli fez sua penúltima aparição à frente da revista eletrônica esportiva dominical da Globo. E coube a ele uma tarefa um tanto espinhosa. O ex-CQC relembrou seus tempos de cobertura política e foi encarregado de ancorar os links dos repórteres que cobriam as manifestações pró-governo Bolsonaro que aconteceram em algumas capitais do País no domingo de manhã. Foram três interrupções no programa para exibir cenas dos atos em Belém, Brasília, Belo Horizonte, São Luís e Rio de Janeiro. O próprio presidente também ganhou espaço. Foi levado ao ar um vídeo de Bolsonaro falando sobre os protestos em um culto evangélico na igreja Atitude, no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio de Janeiro.

Andreoli não pareceu muito à vontade na função. Com o espaço dado aos protestos, os editores do EE ficaram sem tempo e foram obrigados a derrubar uma reportagem sobre Futebol Feminino que tinha como mote o impacto da Geração Marta para o esporte no Brasil. A Globo irá transmitir o Mundial da categoria que começa mês que vem na França. Na bola dividida entre a maior jogadora da história e uma entrevista de Casão com o atacante Fred, optou-se pelo papo com o centroavante do Brasil no 7 x 1 para Alemanha na Copa de 2014.

Não é a primeira vez que o canal interrompe o EE para transmitir protestos políticos. Essa prática foi bastante comum durante as manifestações pró-impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.  Essa semana Paulo Tonet Camargo, vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, compareceu ao evento de lançamento da campanha publicitária do governo da Reforma da Previdência no Palácio do Planalto.

Muitos viram a presença do executivo como um sinal de reaproximação da emissora com o governo, com relações estremecidas desde a eleição do ano passado. A cada entrada ao vivo os repórteres destacaram que os atos eram em defesa da Reforma, do pacote anticrime e da manutenção do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no Ministério da Justiça, comandado pelo ministro e ex-juiz federal, Sérgio Moro.

Ensanduichado

Os atos pró-Bolsonaro e a transmissão do GP de Mônaco de F-1 deixaram a estreia não-oficial de Gutierrez em segundo plano. A composição dos apresentadores também fugiu ao convencional. A audiência se acostumou a ver sempre um homem e um mulher no comando do Esporte Espetacular. Com Bárbara ausente e sem Fernando Gentil, Cris Dias e Glenda Koslowski, as últimas apresentadoras do programa, à disposição a Globo não teve muita escolha e botou no ar dois rostos masculinos.

A nova cara do EE não teve muito tempo para mostrar ao grande público as qualidades que elevaram seu status no grupo, onde entrou como estagiário no Sportv em 2006. No canal esportivo da Globosat estreou na tela ao lado de Fernanda Gentil no descontinuado "É, Gol". De lá seguiu para o "Tá na Área", depois apresentou o "Madruga Sportv", especial exibido durante a Copa de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016. Na Copa de 2018 deu seu grande salto. Claramente inspirado na linguagem youtuber, o quadro Fala Muito fez grande sucesso no Troca de Passes durante o Mundial. Tanto que logo depois ganhou espaço na grade diária do canal esportivo no grupo na TV paga. O bom desempenho de Gutierrez chamou a atenção dos executivos globais, que viram nele potencial para voos mais altos. E o maior deles começou a ser dado nesse domingo.

Gutierrez iniciou sua nova jornada no EE dando três "bom dias" seguidos e anunciando a reportagem da vitória do Palmeiras por 1 x 0 sobre o Botafogo em Brasília. Curiosamente o seu ponto alto foi um "mais do mesmo". Levou ao ar um estilo "Fala Muito" que resgatava um jogo entre Flamengo x Athletico Paranaense realizado em 2004 pelo Campeonato Brasileiro. A escolha não foi por acaso. Os dois times se enfrentaram ontem no Maracanã e a partida foi o jogo que a emissora escolheu para exibir em rede. Apenas São Paulo viu Santos x Internacional. Espremido por uma corrida de F-1 e pela política, Lucas Gutierrez não teve muito tempo para mostrar serviço. Vamos acompanhá-lo nas próximas semanas para ver se faz jus à confiança que ganhou nos corredores globais.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

Mais UOL Esporte vê TV