Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Globo renegocia salários de medalhões para liberar presença em comerciais

UOL Esporte

09/10/2018 04h00

Reprodução/SporTV

Aos poucos, a Globo está definindo como vai funcionar a liberação de publicidade para os funcionários da área de esporte da emissora. E isso já começou a mudar para os profissionais que tiveram seus contratos recentemente renovados ou mudados, casos de alguns de seus medalhões como os narradores Cléber Machado, Luís Roberto e, principalmente, Galvão Bueno.

Segundo apurou o UOL Esporte, nos contratos recentemente renovados constam salários mais baixos do que os anteriores. Porém, não são muito inferiores e continuam com pagamentos interessantes para a média do Grupo Globo. Galvão, por exemplo, não ganha mais um salário milionário diretamente pago pela Globo. Parte dos seus rendimentos irá sair de uma nova fonte: a liberação de publicidade no Esporte da emissora.

Os narradores do canal terão uma participação em cada propaganda que precisem fazer nos jogos. Ou seja, as marcas que serão parceiras a partir do próximo ano no futebol terão parte do valor da cota destinado aos locutores.

Além disso, eles serão os primeiros a serem liberados a fecharem participação em propagandas. A prioridade será justamente para as marcas que irão ser parceiras comerciais da Globo no futebol. Em casos envolvendo conteúdo publicitário fora das transmissões, o valor será fechado a parte com os profissionais.

A emissora aposta nisso para compensar os contratos com salários mais baixos de medalhões – inclusive, a maioria aceitou a renovação do acordo com estes valores justamente por acreditar que o mercado publicitário compensará com sobras o novo salário pago no emprego direto.

Por fim, a Globo tem feito reuniões periódicas com seus contratados, para explicar como funcionará toda a questão comercial daqui pra frente. Ainda existem dúvidas, por exemplo, em relação à publicidade em redes sociais. Essa questão ainda não está definida internamente. Muitos profissionais com salários menores, como repórteres e apresentadores do SporTV, veem essa possibilidade de redes sociais como algo interessante para conseguirem aumentar seus rendimentos daqui para frente, por isso a preocupação e as dúvidas frequentes.

Procurada para comentar sobre o assunto, a Comunicação da Globo afirmou que ainda está definindo alguns assuntos e irá se pronunciar em momento oportuno. "A unidade de Esporte do Grupo Globo vem avançando nessa frente, com algumas definições ainda em andamento. O mercado será comunicado no momento oportuno com a clareza e a transparência que sempre pautaram a nossa atuação", afirma a nota.

Gabriel Vaquer
Colaboração para o UOL

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

Mais UOL Esporte vê TV