Topo

Central da Copa rasga bola e erra ao explicar tecnologia da linha do gol

UOL Esporte

16/06/2018 01h54

Caio Ribeiro e Bárbara Lavres durante a Central da Copa

Nesta sexta-feira (15), a Central da Copa, programa da TV Globo, falou sobre as tecnologias usadas pela Fifa para analisar lances capitais dos jogos, com o VAR e o Goal-Line Technology, que define se uma bola entrou ou não no gol.

O problema é que a atração cometeu um erro. Ao tentar explicar a segunda tecnologia, o programa comandado por Tiago Leifert disse que um chip acoplado à bola enviava mensagens para uma central e definia se a bola está dentro ou não.

Para mostrar tal chip, Caio Ribeiro e Bárbara Lavres, que compõem o programa junto com Leifert e Bárbara Coelho, rasgaram uma bola oficial do torneio e mostraram o equipamento.

No entanto,  o chip exibido é simples, da tecnologia NFC, que interage com o celular do dono dela e apenas serve para desbloquear conteúdos exclusivos no site da Adidas, sua fabricante.

A tecnologia usada no Mundial – e em todas as competições Fifa – na verdade é a GoalControl4D, que consiste em 14 câmeras (7 câmeras para cada baliza), que ficam conectadas em um computador central que analisa as imagens e envia um sinal para o relógio do árbitro da partida.

Nas redes sociais, os telespectadores mais atentos repararam no erro e detonaram a Central da Copa. Veja alguns tweets:

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV