Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

ESPN abre mão da Copa e prioriza briga por Libertadores e Liga dos Campeões

UOL Esporte

16/02/2018 04h00

Transmitindo as últimas três Copas do Mundo – 2006, 2010 e 2014 -, a ESPN Brasil decidiu não exibir o Mundial da Rússia neste ano de 2018, algo que assustou alguns "fãs de esporte" e os fizeram lamentar.

O primeiro motivo, algo dito pela emissora, foram os altos preços dos direitos. O que o UOL Esporte apurou é que, comercialmente falando, a Copa do Mundo não se pagaria no canal. Nem mesmo 30% do valor dos direitos seria conseguido com vendagens comerciais.

O segundo e primordial ponto para desistência da transmissão é a disputa por direitos que acontecerão neste ano. A ESPN considera que a Copa do Mundo é um tiro muito curto e não muito interessante. Hoje, a emissora quer ter os melhores eventos na semana – no caso, retomar os direitos da Champions League e conseguir transmitir a Libertadores, da qual tem muito interesse.

É um consenso dentro do canal que, hoje, a ESPN tem o melhor portfólio nos fins de semana, com Campeonato Espanhol e Premier League. A ideia é reforçar o miolo da semana, e nada melhor do que os dois mais importantes torneios continentais do mundo. Se adquirisse a Copa, a ESPN iria enfraquecida para estas duas brigas.

Vale lembrar também que, atualmente, existe uma disputa de mercado, em toda a América Latina, entre Disney e Turner – dona do Esporte Interativo. Na Argentina, por exemplo, os dois conglomerados compraram o Campeonato Argentino, numa das disputas mais acirradas dos últimos anos.

O terceiro e último ponto, também muito primordial, é a audiência. Os pontos no Ibope dos jogos exibidos ficam muito pulverizados, e com programas analíticos, a ESPN Brasil se dá muito melhor na audiência durante a Copa do Mundo.

Um exemplo desta tese é a audiência que o Linha de Passe teve na Copa do Mundo de 2014. O programa de debates mais tradicional da ESPN liderou a audiência na TV paga em cerca de dois terços da Copa no Brasil, quando foi exibido diariamente, a partir das 21 horas.

O sucesso dessa exibição, por exemplo, vai fazer o Linha de Passe também ter exibição diária na Copa de 2018, no mesmo horário em que se consagrou no último Mundial.

 

Todavia, mesmo sem direitos de exibição dos jogos, a ESPN vai enviar uma equipe robusta para a Rússia, para cobertura jornalística. Um número exato será definido no próximo mês, mas os principais nomes do canal estarão nesta lista.

Procurada para comentar oficialmente sobre o assunto, a ESPN Brasil afirmou: "referência pela variedade e qualidade de seus direitos esportivos, a ESPN está sempre atenta ao mercado para fornecer o melhor conteúdo aos fãs de esportes, porém não comenta sobre negociações em andamento".

Gabriel Vaquer
Colaboração para o UOL Esporte, em São Paulo

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.