UOL Esporte vê TV

Relembre dez técnicos que, como Oswaldo de Oliveira, atacaram jornalistas

UOL Esporte

08/02/2018 10h38

Nessa quarta-feira (7), Oswaldo de Oliveira se irritou em entrevista coletiva concedida após o empate por 1 a 1 entre Atlético-MG e Atlético-AC, em jogo válido pela Copa do Brasil. Incomodado com pergunta do repórter Léo Gomide, da Rádio Inconfidência, o técnico iniciou discussão com o repórter que foi esquentando até o ponto em que o treinador foi para cima do jornalista e teve de ser contido.

Oswaldo não foi o primeiro técnico brasileiro que perdeu a compostura com repórteres – alguns deles até chegaram às vias de fato. Relembre, a seguir, dez casos como o dessa quarta.

Repórter leva cabeçada de Chulapa

Em 1994, Serginho Chulapa, então técnico do Santos, acertou uma cabeçada em Gilvan Ribeiro, que era repórter do Diário Popular, na entrada do vestiário do time. A equipe acabava de perder clássico para o Palmeiras, e o ex-centroavante foi demitido após a partida.

Jair Picerni agride repórter

Em dezembro de 2000, Jair Picerni, então técnico do São Caetano, perdeu a paciência e foi para cima do repórter Nelson Cilo, do Diário do Grande ABC. A briga, que envolveu até seguranças do clube paulista, teve cabeçadas, chutes, socos e terminou com o jornalista deixando a entrevista com o rosto sangrando.

Leão ataca Marília Ruiz

Em 2007, quando treinava o Corinthians, Emerson Leão foi recebido no desembarque por Marília Ruiz, que buscava uma entrevista com o comandante da equipe. Ela questionou como o técnico deixaria o local e ouviu comentários machistas como resposta: “O que você quer comigo? Vai dormir comigo? Quer ir pro motel?”, questinou.

Dunga ofende jornalista da Globo

Durante a Copa do Mundo de 2010, Dunga acusou jornalistas de terem cobrado a saída de Luis Fabiano do time titular e viu Alex Escobar, da Globo, balançar a cabeça enquanto falava ao telefone. O jornalista se defendeu dizendo que o gesto não foi direcionado ao treinador, que passou a proferir ofensas impublicáveis que vazaram no sistema de som. A fúria do então técnico da seleção brasileira continuou com respostas irônicas até o fim da entrevista coletiva.

Felipão ofende e sofre protesto

Felipão é recebido por jornalistas com narizes de palhaço (CESAR GRECO/FOTO ARENA/AE)

Em outubro de 2010, quando treinava o Palmeiras, Luiz Felipe Scolari se irritou com questões sobre a condição física de Valdivia. “Vocês estão de palhaçada. Entrevista o médico. Todos vocês estão de palhaçada. E tu é um dos mais palhaços”, disse voltando-se a um dos repórteres. No jogo seguinte, os jornalistas que cobriam o clube se organizaram e receberam o técnico usando narizes de palhaço.

Dorival se irrita com questionamento

Dorival Júnior discute com repórter em sua passagem pelo Flamengo (Reprodução)

Em setembro de 2012, após derrota por 3 a 0 para o Coritiba, Dorival Júnior, então técnico do Flamengo, se irritou ao ser questionado sobre a veracidade de reportagem que dizia que ele tinha ofendido alguns de seus comandados com palavrões. “Estou há dez anos como treinador de futebol e nunca proferi um palavrão a um atleta. A pessoa que inventou isso é mentirosa e sem vergonha”, queixou-se.

Pergunta sobre Neymar irrita Muricy

Também em setembro de 2012, depois de se sagrar campeão da Recopa pelo Santos, Muricy Ramalho se irritou ao ser questionado sobre uma possível influência na escolha de Neymar como capitão do time, já que o cargo pertencia a Léo. “Eu ainda tenho que ouvir isso… É um pouquinho de maldade você fazer essa pergunta, vai tomar porrada toda vez que a gente se trombar aqui. Tem maldade sim. Não tem negócio de diretoria aqui. É o time que eu trabalho e quem dirige sou eu”, declarou, na ocasião.

Luxemburgo dá “show” no Bem, Amigos

Em outubro de 2016, Vanderlei Luxemburgo foi convidado a participar do Bem, Amigos após ser demitido de um clube da segunda divisão da China. O treinador se irritou com os questionamentos a seu trabalho e discutiu com Cléber Machado e, principalmente, com Caio Ribeiro. Algumas afirmações do técnico, que se disse um “cara de vanguarda”, viraram até meme.

Baptista se enfurece com reportagem

Em abril do ano passado, Eduardo Baptista, então técnico do Palmeiras, fez desabafo após vitória por 3 a 2 sobre o Peñarol com direito a gritos e tapas na mesa. Após post de Juca Kfouri, blogueiro do UOL Esporte, o treinador negou que o elenco estava rachado e que Roger Guedes deixou a concentração após se revoltar por não ser titular. Foi demitido poucas semanas depois.

Guto Ferreira responde de modo machista

Em julho do ano passado, Guto Ferreira, então técnico do Internacional, respondeu de maneira machista a Kelly Costa, repórter da RBS TV, em coletiva de imprensa. “Não vou te responder com uma pergunta porque você é mulher e talvez não tenha jogado (futebol”, disse o treinador, que depois admitiu que foi infeliz e se desculpou.

Leia mais

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais UOL Esporte vê TV

Topo