PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Renata Fan reclama de polêmica e diz que não chamou Jô de ladrão

UOL Esporte

19/09/2017 20h34

Divulgação/Band

Em entrevista ao UOL Esporte, a apresentadora Renata Fan, da TV Bandeirantes, comentou a polêmica gerada por seu comentário no programa "Jogo Aberto" da última segunda-feira (18). Na ocasião, ela comparou a situação do atacante corintiano Jô, que marcou um gol de braço contra o Vasco em jogo no domingo (17) e não assumiu imediatamente, à de um ladrão que rouba um anel e só admite o crime após ver que foi flagrado em uma câmera.

"Eu pergunto para você, Denilson: 'Você roubou o meu anel?'. Você vai falar: 'Renata, claro que não'. Aí uma câmera na minha casa mostra que você roubou. Aí eu falo assim: 'Não, Denílson, mas a câmera da minha casa mostra você pegando meu anel'. Aí você fala: 'Ah, é mesmo, roubei'. Então, o que a gente está falando é de ter iniciativa, de falar a verdade sempre, não porque os outros estão pressionando", disse Renata no programa.

O comentário da jornalista repercutiu nas redes sociais, com internautas criticando a apresentadora pela comparação. O Blog do Menon pediu que Renata se desculpasse com Jô, e o Corinthians, via assessoria, confirmou que também pediu uma retratação.

Explicando a declaração

"O Jô hoje deu uma coletiva dizendo que, depois de chegar em casa, com a família, e ver as imagens, ele percebeu que colocou a mão na bola, e que por isso ele estava vindo a público para dizer que agora ele sabe que ele pôs a mão na bola, mas que não foi com a intenção. Ele fez exatamente o que eu falei ontem, não acha engraçado isso?", questionou Renata.

Perguntada sobre a comparação de um lance de futebol com um roubo de joias, a jornalista disse que esse não foi o ponto central de seu comentário. "Não, vocês estão confundindo. O que dei de exemplo é que, depois que um fato está registrado por uma câmera, você se acusa. O Jô viu as imagens na casa dele e o que ele fez? É só isso que eu quero dizer".

"Por que ele não assumiu desde que ele saiu do campo? Não, ele disse agora que ele sabe que a bola pegou na mão. Mas vai retirar o gol, vai retirar os três pontos, vai mudar alguma coisa? Não. Foi o exemplo que eu dei. Não em relação ao roubo, mas em relação à câmera. Quando está registrado, e eu trabalho com isso todos os dias e sei muito bem, está lá, sacramentado, não tem o que fazer".

"Não falei que o Jô é ladrão"

"Não falei que o Jô é ladrão, que ele é mau caráter. Pelo contrário, eu nem posso falar uma coisa sobre isso. O que posso dizer é que o Jô não assumiu de pronto, mesmo com todos os microfones em volta dele. Assim que terminou a partida com o Vasco, ele não assumiu que o gol tinha sido com o braço. Ele disse que nem sabia o que tinha acontecido, que ele só colocou a cabeça para tentar fazer o gol, ele não assumiu isso. Aí em uma terça-feira, e o jogo foi no domingo, ele vem a público, fez o que na minha opinião ele já poderia ter feito no domingo, ponto. Era isso que estava falando".

"Eu não tenho absolutamente nada contra o Jô, muito pelo contrário. O Jô é um cara que nos atende, conversa conosco, um cara brincalhão. Agora, no lance específico, foi gol ilegal. Ou estou falando alguma mentira?".

Críticas à polêmica criada

"Queria entender uma coisa: qual é a celeuma nisso? Por que o UOL abriu um espaço para um blog para escrever o que escreveram, uma interpretação completamente machista, egoísta, discriminatória e ofensiva? Vocês colocam que o blog não é responsabilidade de vocês, mas é de responsabilidade de quem publica, também".

"Jamais vou falar de caráter de jogador, ou se o cara tem má índole ou boa índole, isso não interessa. O que interessa é a discussão de um lance de futebol, e o lance em questão foi de um gol praticado com o braço, que foi validado pela arbitragem e que causou uma discussão ética no futebol".

Rogerio Jovaneli
Colaboração para o UOL, em São Paulo

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV