PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Rede Globo lamenta ficar sem gols do Atletiba: "Não recebemos resposta"

UOL Esporte

01/05/2017 11h53

Coxa comemora um dos gols do triunfo por 3 a 0; nenhum deles passou no Fantástico (Divulgação/Coritiba FBC)

A primeira final do Campeonato Paranaense teve três gols, mas nenhum deles passou na televisão. Horas após a vitória do Coritiba por 3 a 0 sobre o Atlético-PR, o apresentador do Fantástico, Tadeu Schmidt, comunicou aos telespectadores a não liberação das imagens por parte dos clubes.

"A Rede Globo não possui o direito de transmissão da final do Campeonato Paranaense. Nós solicitamos os gols aos clubes, mas até o momento não recebemos resposta", resumiu Schmidt. A mesma informação foi divulgada no programa Bom Dia Brasil, na manhã desta segunda-feira.

Em contato com o UOL Esporte, a assessoria de imprensa do Coritiba disse que não recebeu nenhum pedido formal da TV Globo, mas explicou que ainda assim não cederia as imagens da transmissão, como não foram cedidas a nenhuma emissora, por conta de um acordo com a comunicação do Atlético.

A dupla enviou a diversas emissoras de TV um compacto com pouco menos de três minutos de imagens do jogo em que não constavam os três gols do Coritiba nem a expulsão de Felipe Gedoz, pontos chave do jogo.

Em nota, o Coritiba explica que "em respeito a política de comunicação do Clube Atlético Paranaense, o Coritiba Foot Ball Club acatou a posição de não-cessão dos gols na partida no Estádio Atlético Paranaense e assim o fará no Couto Pereira. No entanto, o Coritiba informa a toda a imprensa que abrirá credenciamento normalmente para a captação das imagens no segundo jogo, conforme política de comunicação do próprio clube, agora na condição de mandante, de maneira em que as emissoras interessadas em acompanhar o jogo terão livre acesso a fazerem suas próprias imagens."

Algumas emissoras de Curitiba chegaram a usar imagens dos gols captadas pela TV do Coritiba em outro ângulo, não usadas na transmissão conjunta. O Coritiba avisou que não se opõe ao uso dessas imagens, disponíveis nesse link. O Atlético também foi procurado pela reportagem do UOL Esporte, mas não respondeu os contatos até a publicação desta matéria.

A não liberação dos gols não é uma gafe ou um desencontro de informação. Nem a Rede Globo ou qualquer outro canal de televisão chegou a um acordo com Atlético-PR e Coritiba para a transmissão dos jogos da dupla no Estadual. O valor de R$ 1 milhão foi rejeitado pelos clubes, que encontraram na transmissão online uma alternativa para tornar a partida acessível aos torcedores.

O Atletiba foi transmitido no Youtube e no Facebook, com placas de publicidade e peças comerciais rendendo dinheiro aos clubes. Segundo o presidente do conselho deliberativo do Atlético-PR, Mário Celso Petraglia, as propagandas no gramado e na transmissão da final já renderam R$ 1 milhão.

Não é a primeira vez que a Rede Globo entra em rota de colisão com a dupla paranaense. Em março as equipes se enfrentaram na primeira fase do Estadual, e o canal também ficou sem os gols. As imagens enviadas pelo Atlético-PR às TVs não contavam com os gols daquele jogo.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV