Topo
UOL Esporte vê TV

UOL Esporte vê TV

Transmissão do Paranaense 2017 na Globo não terá Atlético-PR e Coritiba

UOL Esporte

11/01/2017 22h24

(Crédito: Jason Silva/Agif)

(Crédito: Jason Silva/Agif)

Sem os grandes na telinha: assim começará o Campeonato Paranaense 2017 após 18 anos, última vez em que o Estadual não teve transmissão na TV. Na tarde desta quarta-feira (11), a RPC, repetidora da Rede Globo no Paraná, fechou o contrato com 10 clubes da competição, mas não conseguiu que Atlético-PR e Coritiba assinassem o documento.

Desde 1999, será a primeira vez em que o Paranaense não terá a dupla na TV; não será, porém, a primeira vez que o Atlético-PR fica de fora do pacote. A decisão tira também da televisão o pay-per-view do Paranaense, por decisão da Globosat.

"Infelizmente, para se ter uma ideia, o Mineiro é R$ 45 milhões, o Gaúcho R$ 35 milhões e a oferta pelo Paranaense é de R$ 6 milhões. Esta é uma diferença muito grande. Com esse valor o Atlético não está aceitando", disse Luiz Sallim Emed, presidente atleticano. "Por 30% a menos não dá", declarou Alceni Guerra, vice-presidente do Coxa.

Em 2016 a dupla recebeu R$ 2,2 milhões da TV pelo Estadual, enquanto que a oferta deste ano foi de R$ 1,5 para cada um. Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional e Grêmio receberão, cada um, R$ 12 milhões pelos seus estaduais.

Em publicação no site Globoesporte.com, o diretor de planejamento e aquisição do Grupo Globo disse que a emissora ainda tentará colocar a dupla Atletiba no pacote. "Torcemos para que o campeonato deste ano seja um sucesso e continuaremos a buscar a renovação também com Atlético e Coritiba, para que possamos ter um produto ainda mais forte", disse. A partir de 2019, Atlético e Coritiba terão seus jogos televisionados no Brasileirão pelo canal Esporte Interativo, em outro rompimento com a Rede Globo.

Esse não é o primeiro desacordo do Atlético com a emissora, mas é a primeira vez que a dupla toma a decisão conjunta. Em 2004, sem acerto com o Furacão, as finais contra o Coxa não foram televisionadas. Em 2008, novo desacerto e nada de Atlético na telinha. Mais recentemente, em 2013, o Atlético se recusou a assinar o contrato pelo valor oferecido e, ao chegar na decisão, acabou acertando o contrato nos dois jogos finais pelo valor completo do campeonato, cerca de R$ 1,5 milhão à época.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

Mais UOL Esporte vê TV