PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

Jô defende Neymar: 'não pode julgar pelo corte de cabelo ou pela tatuagem'

UOL Esporte

24/08/2016 12h07

 

160828jo

Jô Soares abriu o seu talk show da Globo na madrugada desta quarta-feira (24) fazendo uma defesa ferrenha de Neymar e seus companheiros de seleção olímpica, medalhas de ouro na Rio-2016. "Parabéns ao meu amigo Neymar, que teve aqui. É uma pessoa adorável e provou que é um profissional sério. Cê não pode julgar uma pessoa pelo corte de cabelo ou pela tatuagem, não dá", desabafou o apresentador.

"Ele deu uma lição de profissionalismo, uma lição de capitão e teve um gesto maravilhoso, magnânimo quando, no final, ele tira a faixa de capitão e num gesto elegante entregar para o Tite. 'Olha, tá aqui, já cumpri a minha função, a minha missão", acrescentou, sobre a decisão do jogador de abrir mão da capitania da seleção brasileira.

Jô ainda falou sobre a celebração dos atletas após a conquista inédita e minimizou o fato de ganharem muito dinheiro no futebol. "Outra coisa que me impressionou foi a idade da meninada, parecia o pessoal que joga na rua, aqueles meninos com uma alegria botando aquela medalha. Mas era uma alegria sincera, autêntica, aí falam: 'ah, mas eles ganham fortunas'. Que bom que podem ganhar, porque são pessoal que ou ganham fortunas ou viveriam na miséria. Não tem meio termo. E a culpa não é deles, é um valor que existe, um valor real, ninguém tá recebendo propina para jogar futebol", opinou ali.

E, em êxtase, o apresentador finalizou: "Neymar foi chutar o pênalti da vitória, e eu confesso que eu e milhões de brasileiros pensamos juntos: 'dinheiro demais é o cacete, se essa bola entrar tem que pagar o dobro'. A bola entrou, nós estamos mais pobres, mas de barriga cheia e, como diz o torcedor fanático, 'chuuuupa, Alemanha'!"

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV