PUBLICIDADE
Topo

Turbinado pela Turner, Esporte Interativo negocia com Deco e busca medalhão

UOL Esporte

29/01/2015 09h36

O Esporte Interativo quer entrar de vez no rol das grandes emissoras esportivas do Brasil. Primeiro, o canal que completou oito anos recentemente adquiriu os direitos exclusivos de transmissão da Liga dos Campeões da Europa. Agora, novamente turbinado pelo grupo americano de mídia "Turner", o "EI" procura montar uma equipe estrelada para transmitir os jogos do principal torneio de clubes do mundo nas temporadas 2015/16, 2016/17 e 2017/18.

Após anunciar o retorno de Zico ao canal, o Esporte Interativo negocia com o ex-jogador Deco para reforçar o time de comentaristas. E não pretende parar por aí. A cúpula da empresa busca ainda outros "medalhões" que possam participar das principais transmissões.

O novo momento do canal coincide com a entrada definitiva do grupo Turner no comando da emissora. Após financiar a aquisição dos direitos da Liga dos Campeões, os americanos compraram a totalidade da emissora brasileira e pretendem injetar milhões no canal que ainda luta para entrar nas principais operadores de TV fechada no país.

E é justamente a entrada do grupo que já controla canais como Cartoon Network, TNT, CNN e Space que pode representar a virada neste "jogo". A Turner conversará com Net e Sky para acertar a inserção da emissora esportiva na grade das operadoras.

Além da aquisição de direitos de transmissão de grandes eventos e contratações de nomes de peso, a Turner pretende mexer em toda a parte técnica da emissora, considerada "pequena" pelos americanos. A ideia do grupo de mídia é colocar o canal em condições de concorrência com Sportv, ESPN e Fox nos principais centros do país, repetindo o sucesso que já é observado em regiões com antenas parabólicas – o "EI" é líder de audiência no segmento esportivo e canais abertos.

No início da tarde desta quinta-feira, após reportagem do UOL Esporte, a Turner confirmou oficialmente a aquisição do Esporte Interativo em comunicado divulgado à imprensa.

"Estamos felizes por ter concluído essa aquisição estratégica e temos orgulho de agora ter o EI como parte do nosso portfólio de negócios", declarou Juan Carlos Urdaneta, presidente da Turner América Latina. "O Brasil é um mercado prioritário, tanto para a Turner quanto para a Time Warner, e a empresa está totalmente comprometida com o crescimento desse mercado local", completou.

Co-fundador e CEO do Esporte Interativo, Edgar Diniz também celebrou a negociação e reforçou a expectativa de entrada nas principais operadoras de TV fechada.

"Estamos extremamente orgulhosos por agora sermos 100% propriedade da Turner América Latina. Este acordo fortalecerá o canal em nossa missão de conectar, entreter e transformar as pessoas por meio da emoção do esporte, e contribuirá fortemente com nossos planos na TV paga".

Pedro Ivo Almeida
Do UOL, no Rio de Janeiro

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV