! Pugilista diz que Kajuru ‘afinou’ em briga na TV: ‘acabei com sua carreira' - 15/01/2015 - UOL Esporte

UOL Esporte vê TV

Pugilista diz que Kajuru ‘afinou’ em briga na TV: ‘acabei com sua carreira'

UOL Esporte

15/01/2015 06h00

Em uma carreira cheia de declarações polêmicas falando principalmente sobre futebol, o apresentador Jorge Kajuru se viu em um de seus maiores apuros ao vivo ao ficar frente a frente com um lutador de boxe. Em abril de 2004, uma discussão acalorada com o pugilista Marinho Soares quase chegou às vias de fato. O episódio virou história, e o esportista até hoje defende ter “acabado com a carreira” de Kajuru.

O caso aconteceu durante uma transmissão do Esporte Total, programa esportivo da hora do almoço da Bandeirantes, à época. Marinho acabara de vencer um combate contra Fabio Garrido, que teve desfecho polêmico: o rival foi nocauteado e teve de ser levado para a UTI, em coma. O vencedor não mostrou nenhum tipo de remorso ou compaixão e seguiu provocando ainda em cima do ringue. “Nunca mais luta”, chegou a dizer.

Na entrevista, Kajuru opinou: “Você não precisava dar os dois últimos socos nele. Ele já estava caído”. Marinho retrucou: “Isso é burrice”. Depois de ser chamado de covarde pelo apresentador, o clima esquentou de vez, e Marinho partiu para cima de Kajuru. A discussão cara a cara durou um bom tempo até os apaziguadores chegarem, entre eles Silvio Luiz.

Marinho, que sempre fez o tipo sem papas na língua, sempre fala do episódio em tom de chacota. E, como faz quanto ao nocaute sobre Garrido, que se recuperou após semanas em coma, também não mostra arrependimentos.

“Eu não perdi a cabeça, ele que perdeu, ao me chamar de covarde”, relembrou Marinho, em entrevista publicada no livro Em 12 Rounds, que traz 12 histórias curiosas do boxe brasileiro e foi lançado pela editora Via Escrita, em dezembro de 2014. “Ninguém me chama de covarde. Se chamar, vai ter que responder pelos seus atos. Ele afinou e acabei com a carreira dele. Quem é o Kajuru hoje?”.

Marinho, à época já havia dado declarações parecidas. “Foi como falei na entrevista para a (revista) Playboy na semana seguinte: ‘eu fui o começo do fim dele’”, gabou-se o pugilista.

Você acha que a luta entre Mayweather e Pacquiao enfim será realizada em 2015?

Resultado parcial

Total de votos
Total de votos

Em contato com o blog, Marinho disse que não se incomoda em falar do assunto e isso é algo comum em sua rotina. “Não vou dizer que falo nisso diariamente, mas semanalmente com certeza. Foi algo marcante, e não ligo de falar nisso”, afirmou o empresário de 45 anos, que prepara uma volta aos ringues em 2015, mesmo com a idade avançada.

Jorge Kajuru ainda ficou alguns meses na Band e acabou demitido após ter feito críticas ao então governador de Minas Gerais Aécio Neves e a Ricardo Teixeira. Ele acusou os funcionários do Mineirão de bloquearem a entrada de deficientes físicos no portão de acessibilidade para permitir a chegada de convidados do político e do comandante da CBF. Poucas semanas depois do incidente, ele foi desligado da emissora.

Kajuru foi procurado pelo blog para falar sobre o episódio, mas não atendeu às ligações da reportagem.

Para Kajuru e Marinho, a história repercutiu, mas acabou virando mais um caso folclórico da TV brasileira. Quem mais sofreu foi Fabio Garrido. Ele foi dado como tendo apenas 20% de chances de sobrevivência, devido a uma hemorragia no cérebro. Ficou internado por 16 dias, boa parte deles em coma, e depois teve de tomar medicamentos pesados para voltar à sua condição normal.

Garrido retomou sua carreira meses depois, mesmo aconselhado a não o fazer, e tem um cartel de 27 vitórias, quatro derrotas e um empate. Marinho, que no combate contra Garrido defendeu o título brasileiro dos meio-pesados fez seu último combate em 2014, totalizando 13 triunfos e um revés como profissional – além da carreira nos ringues, ele sempre trabalhou paralelamente como empresário.

*Esta história faz parte do livro Em 12 Rounds (Editora Via Escrita, 2014) e está inserida no capítulo que conta a história de Fabio Garrido e de seu pai, Nilson, que abriu um projeto social que ensina boxe sob viadutos da cidade de São Paulo. Para ler esta história completa e o restante do livro, entre em contato com editora@viaescrita.com.br

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais UOL Esporte vê TV

Topo