PUBLICIDADE
Topo

UOL Esporte vê TV

No Faustão, Aldo chora ao lembrar histórias e mulher revela que tiroteio quase a fez desistir

UOL Esporte

19/03/2012 09h45


Crédito da foto: Marcelo Jesus/UOL

José Aldo se emocionou com os depoimentos de familiares e amigos no Domingão do Faustão. que relembraram as dificuldades enfrentadas pelo campeão dos pesos pena do UFC durante a infância humilde, como o período em que dormiu no tatame de uma academia no Rio de Janeiro, porque não tinha onde morar.

O lutador se emocionou com o depoimento da mulher Viviane Oliveira. Os dois estão à espera do nascimento da filha Joana. A mulher do campeão do UFC disse que chegou a ter dúvidas se gostaria de permanecer ao lado de Aldo após presenciar um tiroteio na favela onde ele morava.

"Para viver esse amor, eu precisei passar por muitas coisas difíceis. Eu nunca tinha subido na favela. Para mim era um coisa totalmente diferente, primeira vez que eu tinha escutado um tiroteio, foi uma coisa meio apavorante para mim. Era uma coisa nova, nunca tinha visto aquilo, mas era uma coisa comum para ele. Eu chorei aquele dia, pensei comigo mesmo se era isso mesmo que eu queria para a minha vida, será era isso que eu almejava para frente. Mas o amor falou mais alto, então eu falei é isso que eu quero, quero ficar com ele, então eu vou passar por tudo junto com ele. Não trocaria essa vida por nada, eu repeteria tudo de novo, eu acho que encontrei a pessoa que é a minha alma gêmea", disse em entrevista ao programa da Rede Globo.

Aldo ainda disse que o pai, que faleceu ano passado, era o seu exemplo de vida. O campeão do peso pena afirmou que mesmo com os problemas que o pai teve com álcool não atrapalhou sua admiração.

"Ele vai morrer sendo meu ídolo, assim q eu guardo ele na memória, para mim ele sempre vai ser um campeão", elogiou.

Sobre o Blog

A TV exibe e debate o esporte. Aqui, o UOL Esporte discute a TV: programas esportivos, transmissões, mesas-redondas, narradores, apresentadores e comentaristas são o assunto.

UOL Esporte vê TV