Blog UOL Esporte vê TV

Arquivo : rede globo

Chico Pinheiro celebra Brasil não pegar Argentina: “atropelamento”
Comentários Comente

UOL Esporte

photo
Durante o momento esportivo no Bom Dia Brasil, os apresentadores não esconderam o alívio pelo Brasil ter sido eliminado antes da Copa América e não ter precisado encarar na semifinal a Argentina de Messi que, nas palavras de Giuliana Morrone, “trucidou os paraguaios”.

“Na vida tudo é questão de referência, tudo é relativo. Acredita que não foi assim tão ruim assim perder perder pro Paraguai”, disse ela, acompanhada do sempre espirituoso e realista Chico Pinheiro. “Cê imagina o atropelamento da Seleção, da camisa amarela por 6 a 1 ou 7 a 1 depois da Alemanha.”

“Já tem gente na internet agradecendo ao Thiago Silva, ‘valeu, Thiago’, por ter metido a mão na bola e ter dado aquele pênalti para o Paraguai”, comentou Lúís Ernesto Lacombe, apresentador do quadro esportivo no telejornal matinal da Globo, referindo-se ao inusitado lance do zagueiro brasileiro que resultou no empate, 1 a 1 no tempo normal de Brasil e Paraguai, que depois virou eliminação brasileira naquela quartas de final ao perder nas disputa por pênaltis, 3 a 4.


Cleber Machado detona astros “paparicados” e vê futebol brasileiro obsoleto
Comentários Comente

UOL Esporte

Cleber-Jo_Reproducao-TVGlobo

O narrador Cleber Machado participou na madrugada desta terça para quarta-feira do Programa do Jô e deu opiniões contundentes sobre a atual fase do futebol brasileiro e sobre os escândalos de corrupção descobertos em investigação que se tornou pública no último mês de maio. Para ele o futebol brasileiro está perdendo a identidade. O locutor da TV Globo não mencionou Neymar, mas criticou de uma maneira geral a característica da geração de jogadores do país.

“De um tempo pra cá são todos estrelas, o fone, todo o entorno, tem assessor, tem não sei o quê, viraram tão estrelas que acabam sendo paparicados, acabam sendo salvador da pátria. Agora, se o Brasil ganhar a Copa América sem o Neymar, a gente pode abrir mão do Neymar? Nunca. E se perder ele é culpado?”, levantou a questão ali.

“Tenho a impressão – e falei isso outro dia para o Oscar Schmidt, e ele acha que não – que o Neymar nervoso, principalmente contra a Colômbia… Será que ele não sente que o negócio não tá andando e que precisa resolver tudo sozinho? E que aí, quando começa a não rolar, ‘se eu não pegar essa bola aqui, driblar quatro e fazer o gol’… Lógico que ele nunca vai falar isso em público, mas acho que o nosso time é limitado, normal”, acrescentou.

Dizendo-se fã de Zico, o narrador disse considerar possível que Neymar chegue ao nível do Galinho na sua carreira. “Ele não é o Pelé, ninguém é o Pelé. Pode vir a ser um cara do nível do Zico, do Garrincha, eu sou absolutamente fã do Zico, ninguém foi melhor que o Zico pra mim. É nível Maradona, Cruyff, Platini. O Rivellino jogava pouco?”, brincou com Jô.

Analisando o que se joga atualmente, Cleber disse na atração que vê os grandes times do futebol mundial e mesmo seleções internacionais atuando mais ou menos como o Brasil costumava jogar em seus melhores tempos, um jogo moderno, enquanto o Brasil, segundo ele, está preso a um futebol obsoleto, ultrapassado, de décadas passadas.

“A gente tá ainda lá na década de 90. Sabe Mauro Silva e Dunga? Foram bem na Copa do Mundo de 94, ganharam, mas a seleção encantou? Não encantou. Aí depois os outros países vão melhorando, voltando a ter meio-campistas que sabem jogar bola, lateral que não precisa atacar toda hora e a gente continua com aquela visão: ‘não, o meio-campo marca, cobre lateral que ataca’. E aí o jogo não anda”, avaliou.

Apesar dessa análise, o narrador da Globo poupou o técnico Dunga, visto por ele hoje como um profissional mais atualizado, evoluído em relação à primeira passagem dele como técnico da Seleção, entre 2006 e 2010. “O Dunga foi uma surpresa lá em 2007 quando foi escolhido para ser o treinador. Em 2010 ele perde um jogo na Copa do Mundo e é demitido, aí ele volta agora e me parece que nesse período o Dunga deu uma conversada, uma atualizada”, opinou.

Sobre o escândalo da Fifa, Cleber Machado disse que aquilo não surpreendeu a ninguém e considerou a reação muito tímida após as prisões dos dirigentes ligados à entidade, entre eles o ex-presidente da CBF, José Maria Marin.

“Precisava ver o que vai acontecer. A gente tem que ter esperança que as coisas possam melhorar, de aproveitar o momento para arejar o futebol, mas eu achei que as reações foram muito tímidas aqui no Brasil e no mundo inteiro. O Platini, presidente da Uefa, bateu um pouquinho, foi um grande jogador, mas não sei, precisa ver como vai ser a próxima eleição. Os candidatos parecem de um naipe diferente, se rolar Zico, Platini, agora o Maradona falou que vai se lançar, se esses caras estiverem bem preparados, bem intencionados e montarem uma equipe legal de trabalho… Porque o futebol não vai perder a paixão, o interesse, mas perde a credibilidade, né?”, enfatizou na entrevista ao talk show da Globo.

Rogerio Jovaneli
Do UOL, em São Paulo


Fátima Bernardes esbanja otimismo e palpita na seleção sem ver o jogo
Comentários Comente

UOL Esporte

(Reprodução/TV Globo)

(Reprodução/TV Globo)

Aproveitando a temática “dia da reconciliação” do seu programa Encontro nesta segunda (22), a apresentadora Fátima Bernardes, que admitiu não ter visto o jogo da seleção contra a Venezuela para poder prestigiar uma apresentação de canto da filha, logo no início da atração fez questão de relacionar o tema às declarações de Neymar admitindo que foi ele próprio quem se colocou na “situação chata” que o tirou da Copa América.

“Segunda-feira, pensou que eu ia dizer que é dia de fazer dieta, né? Mas não, segunda é dia internacional da reconciliação. Muita gente apronta no fim de semana e aproveita a segunda-feira para tentar fazer as pazes, reconhecer um erro e não é só entre casais, não. Esta segunda foi o dia que o craque da nossa seleção, Neymar, resolveu reconhecer alguns erros que cometeu durante essa Copa América”, afirmou Fátima, chamando a repórter Cristiane Dias que direto do Chile falou ao programa destacando a entrevista de Neymar admitindo as falhas dele na pesada suspensão de quatro jogos que levou da Conmebol.

Apesar de ter acompanhado a partida da seleção apenas pela internet, a apresentadora deu seus pitacos sobre a classificação, falou sobre a necessidade da seleção readquirir a confiança em si própria e procurou demonstrar certo otimismo.

“Tenho certeza que a entrada do Robinho foi importante, por exemplo, para tranquilizar o time, aquelas coisas que a gente imagina, deixa mais equilibrado. Ganhamos, vamos em frente. Tem que deixar isso [7 a 1] no passado e começar ganhar, ganhar, ganhar pra poder a autoestima voltar, também”, analisou a senhora Bonner.

Rogerio Jovaneli
Do UOL, em São Paulo


Na volta aos comentários na TV, Casagrande critica falta de ousadia de Tite
Comentários Comente

UOL Esporte

Casagrande-cornetaTite_Reproducao-Globo

Walter Casagrande, que recentemente passou por um susto ao sofrer um infarto e por isso ficou afastado dos comentários na Globo, voltou com tudo no clássico deste sábado entre Santos e Corinthians. Não perdoou nem o conceituado treinador Tite, tido como um dos melhores do país, e viu falta de ousadia dele na derrota desta tarde para o desfalcado Santos na Vila Belmiro.

“Nenhum treinador segura a bronca ali de jogar assim do jeito que tá porque tá perdendo de 1 a 0. Tem que tentar ganhar o jogo, mas vai e tira alguém para arrumar a defesa. Todo treinador joga com a defesa inteira. Ninguém arrisca, aí fica perdendo o jogo, mesmo. Fica difícil de ganhar. Tem que arriscar um pouco”, reclamou.

A crítica de Casão ocorreu aos 28 minutos do segundo tempo. Mesmo perdendo por 1 a 0 naquela altura da partida, Tite optou por repor a perda de Fagner, expulso, colocando o também lateral Edílson em lugar de um atacante, o colombiano Mendoza.

Um minuto antes, o técnico havia substituído o zagueiro Edu Dracena, mal no clássico, pelo experiente Danilo, um meio-campista que cria, mas que também auxilia na marcação. Tite também trocou o segundo volante Petros pelo atacante Luciano no início da etapa final.

Apesar de pressionar no final, o Corinthians não conseguiu chegar ao empate e saiu derrotado por 1 a 0 da Vila Belmiro.


Ivan Moré assume comando do Globo Esporte em lugar de Tiago Leifert
Comentários Comente

UOL Esporte


Ivan Moré já foi comunicado: volta a São Paulo para assumir a titularidade da apresentação da edição paulista do Globo Esporte, em lugar de Tiago Leifert, que vai (de vez!) para o entretenimento da emissora.

Leifert já comandava o reality The Voice Brasil e passa a também entrar para o time de apresentadores do novo programa ao vivo preparado pela emissora para as manhãs de sábado e que deverá ter ainda Zeca Camargo e Patricia Poeta (ambos, ex-Fantástico e no caso de Poeta, também ex-Jornal Nacional), André Marques, Cissa Guimarães e Ana Furtado (conhecidos pelo trabalho no Vídeo Show).

Havia a possibilidade de Moré acumular funções, também assumir como editor-chefe, mas foi descartada.

Já identificado com o esportivo diário da Globo para São Paulo, Ivan Moré foi o principal “apresentador reserva” do GE na “gestão Leifert” até ser convocado para dar uma “cara paulista” ao Esporte Espetacular, apresentando a atração dominical ao lado de Glenda Kozlowski. Agora, deixa o programa e está de volta ao Globo Esporte paulista.

Rogerio Jovaneli
Do UOL, em São Paulo


Sem Globo. Para assistir à luta de cinturão de Werdum, será preciso pagar
Comentários Comente

UOL Esporte

Neste sábado, o UFC 188 terá a unificação de cinturões do peso pesado do evento, com a aguardada luta entre o brasileiro Fabrício Werdum, campeão interino, com o campeão oficial da entidade, o norte-americano Cain Velásquez. Apesar da importância do evento, ele só será transmitido em canal pago no Brasil.

A Rede Globo optou por não transmitir o combate – que, por ser no exterior, teria de passar com cerca de 30 minutos de atraso, como aconteceu com o UFC 187, por exemplo. Assim, o canal pago Combate fará a transmissão ao vivo – como faz com todos os eventos do UFC, na íntegra.

A Rede Globo tem um limite de três eventos que pode transmitir por ano entre os que são realizados fora do Brasil. A emissora ainda não confirmou, mas certamente terá uma exceção com o card de 27 de junho, com as finais do TUF Brasil 4, que seria realizado em São Paulo, mas foi transferido para Miami.

Neste ano, a emissora já transmitiu dois eventos gringos: o liderado pelo combate entre Anderson Silva e Nick Diaz e o que teve a disputa de título entre Vitor Belfort e Chris Weidman.

Maurício Dehò
Do UOL, em São Paulo


Intrigada com penteado, Fátima Bernardes manda pergunta pra Daniel Alves
Comentários Comente

UOL Esporte

Fatima-cabeloDAlves_Reproducao-Globo

“O Atlético deu uma lavada no Vasco, né?”, lembrou, desanimada, a torcedora cruzmaltina Fátima Bernardes em seu Encontro desta segunda. Mas a apresentadora viu outro motivo para rir: o corte de cabelo do lateral Daniel Alves, do Barcelona. “Que boniiiito”, dessa forma ela reagiu assim que a imagem com o visual diferente do jogador foi mostrada na atração matinal da Globo.

“Daniel, queria saber, quando você faz esse penteado é para que outras pessoas também façam, é para que ninguém faça, é para que você seja o único da face da Terra a ter um cabelo assim?”, questionou, Fátima, agora sorridente.

Aliás, a atriz palmeirense Denise Fraga, ali presente, também, mas diferente de Fátima, feliz por causa do resultado do seu time de futebol no domingo: “eu preciso falar que nós ganhamos de 2 a 0 ontem no Itaquerão do Corinthians. Estamos todos felizes”, celebrou. “Ela veio até de verde, olha, gente”, comentou, Fátima.

Imagem: Reprodução/TV Globo


Casagrande responde a tratamento, mas segue internado após sofrer infarto
Comentários Comente

UOL Esporte

O comentarista da Rede Globo Walter Casagrande Júnior segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital TotalCor, em São Paulo, após sofrer um infarto na última sexta-feira (29). De acordo com boletim médico divulgado neste sábado (30), o estado do ex-jogador do Corinthians é estável e ele tem recebido bem o tratamento ao qual tem sido submetido. Não há previsão de alta.

Casagrande sentiu dores no peito na manhã de sexta-feira e foi levado ao hospital. Diagnosticado o infarto, o comentarista passou por cirurgias de cateterismo e angioplastia.

De acordo com Gilvan Ribeiro, jornalista e biógrafo de Casagrande, o ex-jogador estava em ótimas condições de saúde e emocionais antes do incidente.

“Ele estava muito bem. Estava na sua melhor fase de saúde e de cabeça desde 2006. Não estava nem bebendo (bebidas alcoólicas), estava bem disposto, era possível ver como ele estava bem pelo seu semblante nas transmissões de TV”, afirmou o jornalista ao UOL Esporte.

Casagrande defendeu o Corinthians nas décadas de 80 e 90 e fez parte do período conhecido como Democracia Corintiana. Também atuou por Caldense, São Paulo, Flamengo, Porto-POR, Ascoli-ITA e Torino-ITA, além de defender a seleção brasileira na Copa do Mundo de 1986 Após deixar os gramados, Casagrande se firmou como comentarista da TV Globo, marcando suas participações por opiniões contundentes.

Em 2007, o ex-jogador foi internado por dependência de drogas e ficou afastado das atividades na televisão por quase dois anos. Superado o período difícil, lançou o livro “Casagrande e Seus Demônios”, no qual relata sua luta contra o vício de entorpecentes.

Leia a íntegra do boletim médico emitido neste sábado:

O Hospital TotalCor informa que o Sr. Walter Casagrande Jr. permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com quadro de saúde estável e evoluindo positivamente ao tratamento.

Hospital TotalCor


Torcida do Santos não perdoa Homem-Aranha e xinga a Globo na Vila Belmiro
Comentários Comente

UOL Esporte

A torcida do Santos não esqueceu o que considerou um desrespeito por parte da Rede Globo. Depois de ver a emissora preferir exibir o filme Homem-Aranha em vez do jogo do clube da Vila Belmiro nas quartas do Campeonato Paulista, o público que foi à Vila Belmiro mandou um recado após a vitória por 2 a 1 sobre o São Paulo.

“Chupa Rede Globo, é o meu Peixão na final de novo”, cantou a torcida durante e depois do jogo.

O coro vazou diversas vezes na transmissão do Sportv, que exibiu o jogo ao vivo. A torcida na Vila reagia ao que aconteceu no fim de semana passado, quando a PM mudou datas e horários das quartas e deixou Santos e XV de Piracicaba como único jogo das 16h de domingo – o Palmeiras havia entrado em campo na manhã daquele dia e Corinthians e São Paulo no sábado.

A Globo, então, deixou o Santos de lado para exibir o filme “O Espetacular Homem-Aranha” na faixa das 16h. A explicação da emissora foi a preferência pelo jogo do Corinthians, no sábado. Por contrato, segundo a emissora, ela não pode exibir dois jogos do Paulista no mesmo fim de semana, o que relegou Robinho e companhia ao pay-per-view.

A decisão da emissora incomodou a torcida, que protestou pelas redes sociais e forçou a emissora a se justificar na segunda-feira. Não adiantou, até porque a mágoa é anterior a isso. Um levantamento do UOL Esporte nesta semana mostrou que Danubio, Barcelona e San Lorenzo, por exemplo, já apareceram mais na emissora que o Santos, que fica atrás dos rivais em termos de exibição por dar menos audiência.

Crédito da foto: Ernesto Rodrigues/Folhapress

LEIA MAIS:
Não é só Homem-Aranha. Barça e Danubio estão à frente do Santos na Globo
Globo se justifica por ‘ignorar’ jogo do Santos e alega motivos contratuais
Robinho desabafa após classificação do Santos: “estávamos desacreditados”


Troca de jogo por filme em SP desperta fúria de torcida do Santos contra TV
Comentários Comente

UOL Esporte

Reunião entre FPF e clubes na quinta-feira definiu horários de jogos (Crédito: Rodrigo Corsi/FPF)

Reunião entre FPF e clubes na quinta-feira definiu horários de jogos (Crédito: Rodrigo Corsi/FPF)

Você liga a TV no domingo às 16h e espera ver a transmissão do futebol, certo? Pois neste final de semana, a situação é diferente – e irritou a torcida do Santos.

Detentora dos direitos de transmissão do Campeonato Paulista, a Rede Globo alega ter a permissão a exibir apenas uma partida por rodada. A partida em questão foi a vitória do Corinthians por 1 a 0 sobre a Ponte Preta, às 18h30 do sábado.

Preteridos, os santistas se irritaram com a decisão da emissora. No Twitter, diversos deles criticaram a opção da TV – que, em São Paulo, exibe um filme no horário da partida.

A decisão das datas e horários das partidas foi anunciada na última quinta-feira (9), em reunião entre a Federação Paulista de Futebol e os clubes classificados para as quartas de final.