Blog UOL Esporte vê TV

Arquivo : Os Donos da Bola

Denilson diz que já foi ameaçado por Adriano Imperador
Comentários Comente

UOL Esporte

Os integrantes do programa Os Donos da Bola, da TV Bandeirantes, costumam aproveitar o clima descontraído do programa para contar informações de bastidores do futebol nacional. A edição desta quarta-feira não foi diferente.

O ex-jogador e agora comentarista Denilson contou que já foi ameaçado pelo atacante do Atlético-PR, Adriano Imperador, por um comentário que fez no programa Jogo Aberto.

“A Renata [Fan, apresentadora] me perguntou sobre o Adriano. Eu falei que não iria comentar, porque ele não estava jogando. Parece que ele não gostou. Acho que não faltei com respeito com ele”.

Segundo Denilson, ele soube por um amigo em comum que o Adriano disse que iria pegá-lo quando o encontrasse. Ele decidiu ligar para o Imperador e esclarecer a situação. Tudo não passou de um mal-entendido e eles se resolveram.

“Sabe que pelo telefone a gente vira macho né? Liguei e perguntei se era verdade que ele queria me pegar. Ele disse que sim. Aí respondi: você é louco Adriano, a gente é amigo. Expliquei a situação e a gente se resolveu”.


Ministro é bajulado no programa de Neto
Comentários Comente

UOL Esporte

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, foi o convidado especial do programa “Os Donos da Bola”, da Band, nesta quinta-feira. O político foi muito bem recebido pelo apresentador, o ex-jogador corintiano Neto.

“Eu tenho o senhor como um dos grandes representantes políticos do nosso país. Não tenho partido nem nada, mas vejo o senhor como uma pessoa íntegra e que tem mostrado isso. Político tem que ter disposição de ajudar o povo, e isso o senhor tem de sobra”, elogiou Neto antes de fazer uma pergunta a Aldo Rebelo.

Ao lado da ex-jogadora de basquete Magic Paula e dos comentaristas Ulisses Costa e Leandro Quesada, o ministro começou a conversa falando sobre a ajuda do governo brasileiro aos 12 corintianos presos na Bolívia.

“O governo presta assistência consular a todos os brasileiros atingidos fora do país por qualquer processo. Essa assistência está sendo prestada aos brasileiros em Oruro. Não oferecemos os detalhes porque nem sempre isso ajuda. O Breno, por exemplo, está preso na Alemanha e recebe visitas semanais. Mas quando a justiça alemã tomou conhecimento das iniciativas do governo brasileiro e do São Paulo, o efeito não foi bom para o Breno”, explicou o ministro.

Sobre a preparação para a Copa do Mundo, Aldo falou sobre a última visita que fez ao Itaquerão: “As obras estão 70% prontas. Já tem uma Fatec funcionando ao lado do estádio, e as obras de acesso vão valorizar a região mais pobre da cidade”.

Segundo o ministro, os novos estádios trarão necessidade de bom comportamento do torcedor brasileiro: “Nenhum desses estádios vai ter fosso nem alambrado. Será uma questão de confiar no torcedor, mas com uma contrapartida: punição severa para quem violar as regras”.

Assuntos boleiros não ficaram de fora do papo com o ministro, que falou sobre sua paixão pelo Palmeiras e trouxe as seguintes informações: “O Palmeiras, o Vasco e o Flamengo são os três únicos times do Brasil que têm torcida maior fora do estado que dentro do próprio estado. O Palmeiras, por exemplo, foi o primeiro clube paulista a excursionar pelo nordeste, em 1938, e o primeiro de São Paulo a participar da Libertadores”.

Na hora de comentar a possível troca de poder na CBF, em meio às acusações contra o presidente José Maria Marin, Aldo Rebelo ficou em cima do muro: “Se eu tivesse por onde me envolver, se o estado brasileiro tivesse alguma atribuição, não teria dúvida de participar, mas a legislação tirou do estado qualquer interferência nas federações, e acho isso um erro”.

ALDO REBELO FALA SOBRE SITUAÇÃO DOS CORINTIANOS PRESOS EM ORURO


Repórter da Globo leva ‘choque’ e vira alvo de brincadeiras de Neto na Band
Comentários Comente

UOL Esporte

O vestiário do Bahia após a vitória contra o São Paulo contou com uma cena inusitada. Os jornalistas se preparavam para entrevistar o técnico Jorginho, quando o áudio da repórter da Rede Globo estourou e a profissional levou um ‘choque’ para surpresa dos demais.

A falha da emissora da família Marinho provocou risos de comentaristas e convidados do programa Os Donos da Bola, da Rede Bandeirantes, nesta segunda-feira. Neto, que comanda atração, se divertiu com o ocorrido e ainda aproveitou para dar uma alfinetada no famoso padrão globo de qualidade.

“Na Globo tem choque também, está pensando que é só na Band. Na Globo tem choque, não é só na Band, no SBT, na Record…”, afirmou.

O ex-jogador repetiu a cena várias vezes e decretou: “Mais importante que o jogo é o choque da Globo”. No fim, Neto se mostrou solidário com a repórter global e mandou um  “Coitadinha, rapaz”.


Denilson dança “Kuduro”, e Neto pede “voltinha” para gatas da Indy na Band
Comentários Comente

UOL Esporte


Foto: Reprodução de TV

A rotina dos programas “Jogo Aberto” e “Os Donos da Bola” foi quebrada nesta terça-feira. Não, não foi nenhuma notícia bombástica, mas sim a presença de quatro das 12 candidatas ao concurso Gatas da Indy 2012, promovido pela Band em meio à etapa de São Paulo da categoria, que acontece neste fim de semana e tem transmissão da emissora. Denilson arriscou passos do hit “Danza Kuduro”, e Neto pediu que elas dessem a tradicional “voltinha”.

No “Jogo Aberto”, Renata Fan deixou a candidata Andressa Urach, dançarina do Latino, dar uma aula de “Kuduro” para Denilson. “Faz o primeiro passo que eu vou seguindo”, disse Denilson, petrificado com o rebolado da loira. “Fecha o som, fecha o som que tá dando calor, nêgo. Assim você mata papai”, brincou o ex-jogador.


Foto: Reprodução de TV

A participação das moças continuou nos “Donos da Bola”. “Ô, Fernanda, fica esperta, hein?!”, disse Neto, lembrando que Fernanda é a mulher do apresentador. “Meu Deus! Eu estou de olhos fechados”, afirmou, sem olhar para as moças, trajadas com uma roupa verde colada – bem colada – ao corpo.

Depois de pedir para que o comentarista Ulisses Costa, o narrador Téo José, o técnico da Ponte Preta, Gilson Kleina, e o ex-jogador Juninho Paulista votassem na mais bonita, Neto foi além e pediu para as beldades ficarem de costas para as câmeras.

“Dá uma voltinha”, disse o apresentador, enquanto as moças mostravam os seus, digamos, atributos. “Fiquem de costas que tem um negocinho ali”, completou Neto, antes de as moças deixarem os estúdios.


Dinei reclama de Tufão em novela da Globo: “Fica falando que a gente é corno”
Comentários Comente

UOL Esporte


Foto: Reprodução de TV

Convidado da edição desta terça-feira do programa “Os Donos da Bola”, da Band, o ex-atacante Dinei reclamou do ex-jogador de futebol Tufão, um dos personagens centrais da nova novela da Globo, “Avenida Brasil”.

Na trama, Jorge Tufão (Murilo Benício) é um ex-jogador de futebol, casado com a golpista Carminha (Adriana Esteves). Ela mantém um caso extraconjugal com Max (Marcello Novaes), também seu parceiro no plano de dar um golpe no ex-atleta. Dinei não aprovou a história.

“Pô, brincadeira a novela. Fica rebaixando nossa classe, falando que a gente é corno”, disse o ex-atacante. Neto, que jogou com Dinei no Corinthians, também criticou a novela e ainda cometeu um ato falho ao citar o nome do ator que interpreta Tufão: “Pô, Tufão, corno não! Ô, Maurício Benício, corno não!”.

“É Murilo Benício”, corrigiu Ulisses Costa. “Ah, é tudo a mesma coisa”, finalizou o apresentador.

A novela global invadiu o debate do programa depois que Neto elogiou a estreia do programa “Quem fica em pé?”, apresentado por José Luiz Datena. “Parabéns pro Datena, que arrebentou na audiência ontem. É o Pelé da televisão. Só ele pra brigar com a novela. A novela que, por sinal, só ensina coisa errada.”


Gérson participa de “Os Donos da Bola” e chora ao falar com Rivellino
Comentários Comente

UOL Esporte


Foto: Reprodução de TV

O ex-jogador Gérson participou nesta quarta-feira do programa Os Donos da Bola, da Band e se emocionou ao relembrar dos tempos que atuou ao lado do grande amigo Rivellino, carinhosamente chamado de “orelha”. O “Canhotinha de Ouro” chegou a chorar.

“Esse amor que o Gérson tem pelo Rivellino e o Rivellino tem pelo Gérson, é igual ao amor que o torcedor do Palmeiras tem pelo Ademir da Guia. É uma coisa linda, verdadeira, que o futebol é capaz de proporcionar.”, disse Ulisses Costa.

“Eu não quero ser saudosista, mas esse amor entre jogadores acabou, né? Esse carinho que a gente vê entre Rivellino e Gérson, Ademir e Leivinha. Isso acabou, o que é uma pena, porque fazia muito bem para o futebol.”, disse Neto, que ainda tratou de elogiar o companheiro de Band: “O ‘brincadeira’ que eu uso sempre, e o pessoal fala que é meu, na verdade, eu copiei do Gérson. Eu sempre gostei do Gérson como comentarista.”

Nos estúdios da Band no Rio de Janeiro, onde é comentarista da edição local do Jogo Aberto, o “Canhotinha” brincou com a versatilidade do apresentador: “Neto, que prazer falar com você. Você foi um grande jogador, dirigente, comentarista e agora é um belo apresentador. Será que você vai deixar alguma coisa pra gente fazer? Espero que sim.”

Questionado sobre a qualidade de Messi, Gérson fez ressalvas. “O Messi é o dono da bola. Mas tira o Xavi e o Iniesta de perto dele que eu quero ver. Comparar ele com o Pelé? Tira o Xavi e o Iniesta de perto dele que você vai ver que não dá pra comparar com esse pessoal mais velho.”

Os elogios aos ex-craques permaneceram durante todo o programa, com depoimentos de jogadores do presente valorizando a história dos dois convidados, Rivellino e Ademir da Guia, ídolos do Corinthians e do Palmeiras, respectivamente. “Eu não sei o que eu estou fazendo aqui.”, brincou Ulisses Costa, que esteve o tempo inteiro ao lado dos convidados especiais.


Integrante do Pânico invade Donos da Bola e intima Paulo André: “já pegou alguma panicat?”
Comentários Comente

UOL Esporte


Crédito da imagem: Reprodução da TV

Um dos integrantes do programa Pânico na TV, Eduardo Sterblitch, deu as caras no programa Donos da Bola, nesta quarta-feira. O humorista apareceu nos últimos instantes da atração da Band, mas chamou a atenção com piadas e uma “intimada” no convidado do apresentador Neto, Paulo André.

O atleta do Corinthians estava promovendo seu livro, mas acabou caindo em uma saia justa. “Você já pegou alguma panicat?”, perguntou o humorista. “Ah, deixa pra lá, vai.”, desconversou o zagueiro enquanto os demais participantes caíam na risada.

Vale lembrar que Paulo André já participou de um quadro do Pânico, no ano passado. Na ocasião, o zagueiro “acompanhou” Sabrina e a então panicat Nicole Bahls em um banho no vestiário do Corinthians. Ao final, Nicole recebeu uma toalhada de Paulo André. Veja o vídeo:

[uolmais type="video" ]http://mais.uol.com.br/view/11342077[/uolmais]

Eduardo ainda aproveitou para fazer gracinhas com Denílson e Amoroso e tirar um sarro do apresentador Neto. “Eu não entendo nada de futebol, mas meu pai é o Lula”, disse o humorista. “Ele era jogador. Meu pai jogou no Botafogo, no América, acho”.

“Seu pai é o Lula, ponta esquerda que jogou no Botafogo? Acho que eu joguei com ele”, respondeu Neto.

“Ah, eu tô mentindo. Meu pai é outro Lula, um menos famoso”, brincou Eduardo.


Ronaldo “pão duro” ofusca estreia, e “Os Donos da Bola” mantém velha fórmula de debates esportivos
Comentários Comente

UOL Esporte


Foto: Reprodução de TV

Ricardo Zanei, em São Paulo

O “SP Acontece” era apresentado por José Luiz Datena e foi herdado por Neto. O programa deu lugar ao “Os Donos da Bola”, que estreou nesta quarta-feira sob o comando do ex-jogador corintiano. A velha e mais do que conhecida fórmula dos debates esportivos continua a mesma, e a presença ilustre de Ronaldo foi, basicamente, a única diferença entre a nova e a antiga atração da Bandeirantes.

Para quem acompanhava o “SP Acontece”, a principal diferença com “Os Donos da Bola” foi visual: o cenário se tornou mais dinâmico, com imagens passando ao fundo de apresentador e comentaristas. Neto, agora de pé, dividiu a apresentação com Datena por quase metade do programa. Edmundo e Denilson seguiram como comentaristas.

Nos últimos dias de “SP Acontece”, Neto afirmou que “o verdadeiro dono da bola seria você [apontando para a câmera]“, frase repetida ao fim do primeiro dia de “Os Donos da Bola”. Mas o que se viu foi uma participação nula do telespectador. Quem roubou a cena foi Ronaldo, que virou o centro das atenções.

Por causa do Fenômeno, “Os Donos da Bola” começou ainda no “Jogo Aberto”. Por volta de 12h45, ele e Neto, já no cenário do novo programa, foram chamados pela apresentadora Renata Fan. Coube a ela a primeira pergunta da nova atração, claro, para Ronaldo. Na verdade, quem começou a falar foi outro Ronaldo, o ex-goleiro do Corinthians e novo contratado da Band, ao invés do Fenômeno, em um dos momentos engraçados do dia.

Aliás, o programa rendeu quando o futebol, em si, foi deixado de lado, dando lugar para os bastidores ou assuntos fora do mundo da bola. No quadro “Plantão e Plantinha”, com as últimas notícias, a matéria do UOL “Ronaldo tem rotina de empresário com direito a videogame, nhoque e economia nas gorjetas” foi citada, e Neto tirou sarro de Ronaldo “pão duro”. “É verdade, o informante é bom mesmo”, disse o Fenômeno, em meio a risadas.


Foto: Reprodução de TV

Depois de participar do “Jogo Aberto”, Hernán Barcos, atacante argentino do Palmeiras, foi à nova atração e disse que deve se naturalizar para defender a seleção do Equador. Ao ser perguntado se já derrubou treinador, Ronaldo revelou que, na única vez que tentou, acabou deixando o clube: reclamou de Hector Cúper na Inter de Milão e acabou sendo negociado com o Real Madrid.

As tiradas de Neto continuaram as mesmas. “Terminou o Globo Esporte do Tiago Leifert. Você que estava vendo, pode vir para cá agora. Obrigado para a Globo, para o Globo Esporte, por ter acabado o programa. Agora, a audiência vem pra nós”, afirmou.

Em outro momento, Neto falou que o programa terá vários quadros – 16, segundo a assessoria de imprensa da Band -, e Datena perguntou: “Vai ter quadro do Picasso?”. “Não, só do Mozart”, disse o ex-jogador, citando o músico ao invés de um pintor.

Enfim, pouco mudou. Até mesmo as tradicionais piadas sem graça de Denilson, e a maneira como ele chama os comerciais (“ô break, chega aí”) continuam ali. Comentada e alardeada, a participação do telespectador e os novos quadros ficaram para depois. Talvez a presença de Ronaldo tenha roubado a cena. Se não, “Os Donos da Bola” é apenas um “SP Acontece” de roupa nova.

“Os Donos da Bola”
Onde: TV Bandeirantes, apenas para São Paulo
Quando: de segunda a sexta, das 13h às 14h15

Leia também: >> Ronaldo diz que Valcke estava certo ao reclamar e minimiza teor de ‘chute no traseiro’


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>