Blog UOL Esporte vê TV

Arquivo : jo soares

Acorda, Derico! Músico do Jô toca trilha da ESPN em programa do Sportv
Comentários Comente

UOL Esporte

Crédito: Reprodução/Sportv

Crédito: Reprodução/Sportv

O músico Derico foi responsável por um deslize na tarde desta quarta-feira, durante sua participação na programação do canal de TV por assinatura SporTV. O motivo: uma menção indireta à ESPN Brasil, concorrente direta do canal.

O saxofonista, conhecido integrante do sexteto musical que anima o “Programa do Jô” (Rede Globo), foi convidado para debater no programa “Arena SporTV”. Durante sua participação, atendeu ao pedido para tocar algumas músicas.

Uma das escolhidas por Derico foi o clássico Um a Zero, chorinho composto Pixinguinha e Benedito Lacerda. O “problema”: a música é conhecida pelos fãs do futebol por ser tocada na abertura do programa “Bate Bola”, da ESPN Brasil.

A derrapada, é claro, foi percebida por telespectadores.

No entanto, ao que tudo indica, a execução da música no SporTV não incomodou quem estava no estúdio do SporTV.


Jô Soares invade Bem, Amigos para comemorar aniversário do programa pela segunda vez
Comentários Comente

UOL Esporte

Crédito: Reprodução/Sportv

O apresentador Jô Soares foi o destaque desta segunda-feira do Bem, Amigos ao invadir o programa para comemorar o aniversário de 10 anos pela segunda vez.

Galvão Bueno promoveu programas especiais em abril – um deles já contou com a invasão de Jô Soares – que culminaram em uma festa especial no final do mês em um hotel da Zona Sul de São Paulo.

Jô Soares invadiu o Bem, Amigos ao lado do seu ajudante de palco, Alex, com um espumante e várias taças para todos os convidados brindarem.

O apresentador do Programa do Jô e Galvão Bueno trocaram uma série de afagos. Jô Soares elogiou a qualidade do espumante da empresa de Galvão Bueno, que retribuiu enaltecendo as múltiplas qualidades do ‘invasor’.

Festa de 10 anos do “Bem, Amigos” tem stand-up de Galvão e Renato Mauricio Prado esquecido

  • Após um mês de comemorações pelos 10 anos de existência, o “Bem, Amigos” enfim fez uma festa de gala em um auditório de um hotel na Zona Sul de São Paulo. Principal apresentador do programa, Galvão Bueno reforçou o seu lado humorista e corneta durante as pouco mais de três horas de duração. Desafeto do narrador e presença constante no programa durante a década, o comentarista Renato Maurício Prado foi completamente ignorado.


Amigão e Antero defendem ‘humor sério’ no jornalismo esportivo
Comentários Comente

UOL Esporte

Crédito: Reprodução

A entrevista da dupla Paulo Soares, o Amigão, e Antero Greco, apresentadores do SportsCenter, da ESPN Brasil,  no Programa do Jô, da TV Globo, acabou marcada por uma situação além das piadas e brincadeiras que os participantes costumam fazer em seus respectivos programas.

Quando Jô Soares mostrou uma gravação de Milton Leite, atual narrador do SporTV e da própria Globo, que faria uma pergunta para seus antigos companheiros de ESPN, uma “cutucada” chamou a atenção. Milton optou por criticar o “jornalismo humorístico” que muitos canais têm optado por praticar, fugindo do jornalismo habitual.

Só que a pergunta ficou com tom de autocrítica, já que a própria Globo tem sido um dos expoentes dessa modo de trabalho. “Hoje muita gente quer fazer graça no jornalismo esportivo e passa do ponto, como vocês equilibram isso e não passam do limite?”, perguntou Milton.

Antero e Amigão fugiram da polêmica, até porque foram elogiados pelo narrador. “O segredo é o bom senso, a elegância, é sermos jornalistas. Para ser sério não precisa ser sisudo”, disse Antero. Já Amigão foi mais direto: “Não somos humoristas, somos jornalistas.”

Além da “cutucada”, o programa foi marcado por Jô optando por mostrar vídeos da dupla e seus famosos ataques de riso no SportsCenter. Jô chegou a levar uma máscara para lembrar o dia em que a dupla se maquiou como membros da banda Kiss para celebrar o dia do rock.

Antero também aproveitou para levar livros escritos por Jô e pedir autógrafos. O apresentador global parou o programa e autografou ali mesmo os livros para o comentarista dos canais ESPN.

VOTE: QUAL O MELHOR NARRADOR DO BRASIL?


Galvão paga mico, não reconhece astro de “Friends” e leva troféu da semana na TV
Comentários Comente

UOL Esporte

UOL Esporte Vê TV apresenta mais uma edição do seu salão de troféus, premiando os destaques da grade esportiva na semana que passou. O blog preparou uma série de categorias para os deslizes e melhores momentos dos narradores e comentaristas. Segue abaixo a seleção de momentos inspirados da telinha nos últimos sete dias.

Crédito da imagem: Getty Images

“Não tenho a menor ideia de quem seja”
Os boxes do GP do Texas de F-1 passaram todo o fim de semana cheios de estrelas do cinema e da TV do EUA. No sábado, por exemplo, foi a vez de Matt LeBlanc, o eterno Joey, da série “Friends”, dar as caras. Só que Galvão Bueno, que transmitia o treino, acabou deixando o rosto conhecido passar batido. Antes do início da sessão, ele anunciou as estrelas dos boxes, mas deixou claro seu desconhecimento sobre o ator. “Tem muita gente conhecida, por exemplo Matt LeBlanc, que eu não tenho a menor ideia de quem seja. Vamos lá, Mariana!”, disse Galvão, acionando a repórter da Globo que estava nos boxes. Leia o post completo

Jô faz visita histórica à ESPN
O programa “Bate-Bola”, da ESPN Brasil, é conhecido pela descontração ao tratar dos grandes temas esportivos do dia, principalmente na voz do apresentador João Carlos Albuquerque. Mas na edição do feriado da Proclamação da República, foi ainda mais leve por conta de uma participação especial. O apresentador, escritor e humorista Jô Soares entrou ao vivo, de surpresa, e fez o programa ganhar ares de histórico. Leia o post completo

Ereção involuntária
O campeão mundial de paracanoagem e ex-BBB Fernando Fernandes revelou, durante entrevista ao Programa do Jô, uma “saia justa” vivida durante a recuperação do acidente que o fez ficar paraplégico. Ele contou como teve uma ereção involuntária na presença de um enfermeiro que o ajudava a urinar. “Na hora que ele colocou a sonda, o bicho reagiu. Olhei pra baixo e pensei ‘pqp, agora não!’ Me deu um desespero, mas o negócio tum, tum, tum (subindo). Olhei para o enfermeiro e disse: ‘Não sou veado, não!’”. Leia o post completo

Libertad? Não era o Olímpia?
Aposentado desde 2011, o ex-atacante Ronaldo embaralhou suas lembranças dos tempos de jogador. Durante entrevista ao Sportv, ele confundiu o adversário do Real Madrid na final do Mundial de clubes de 2002, seu primeiro título pelo time merengue. “Eu disputei duas vezes o título do Mundial. Uma foi com o Milan, mas acabei não jogando porque me machuquei. A outra foi com o Real. Jogamos contra o Libertad, do Paraguai, e eu fui bem, fiz gol, ganhei carro de presente”, disse. O adversário, na verdade, foi o tradicional Olímpia, que havia sido campeão da Libertadores ao vencer o São Caetano na final. Leia o post completo

Cornetada até do filho
Em entrevista à TV Bandeirantes, o atacante Emerson Sheik relembrou a infância pobre vivida em Nova Iguaçu-RJ. O jogador conferiu depoimento de familiares, em especial do filho Kevin, que deu bronca no pai. “Pai, você fala que não era para eu brigar e você briga?”, disse o menino, fazendo Emerson sorrir. Recentemente, o atacante se envolveu em incidente com o árbitro Péricles Bassols, em jogo contra o Atlético-MG. O corintiano xingou o juiz após expulsão e acabou sendo punido posteriormente pelo STJD. Já na Libertadores, o atacante bateu boca dentro com o zagueiro Caruzzo, do Boca Juniors, na final. Leia o post completo


Ex-BBB e atleta paraolímpico Fernando Fernandes revela ereção involuntária com enfermeiro
Comentários Comente

UOL Esporte

O campeão mundial de paracanoagem e ex-BBB Fernando Fernandes revelou, durante entrevista ao programa do Jô, uma “saia justa” vivida durante a recuperação do acidente em que se tornou paraplégico. Bem-humorado, ele contou como teve uma ereção involuntária na presença de um enfermeiro que o ajudava a urinar.

Fernando disse que, após o acidente em junho de 2009, perdeu a sensibilidade abaixo da cintura. “E o homem logo pensa: ‘será que o negócio vai funcionar’”, disse ele, referindo-se ao próprio pênis.

O ex-modelo contou que ficou aliviado ao ver que o órgão reagia ao ser manipulado pelas enfermeiras que o ajudavam a urinar. “Depois de um constrangimento inicial, passei a pensar besteira e vi que ele funcionava! A hora do cat (cateterismo intermitente, no qual é introduzida uma sonda no pênis) era uma felicidade.”

A alegria durou até surgir um enfermeiro na equipe que o assistia. “Na hora que ele colocou a sonda, o bicho reagiu. Olhei pra baixo e pensei ‘pqp, agora não!’ Me deu um desespero, mas o negócio tum, tum, tum (subindo). Olhei para o enfermeiro e disse: ‘rapaz, eu não sou viado não!’”

São Silvestre

Na entrevista ele contou também como participar da prova da São Silvestre, seis meses depois do acidente, foi um divisor de águas para ele. “Ninguém acreditava que eu fosse correr.” Fernando contou alguns obstáculos que teve durante a corrida. O primeiro foi com a cadeira emprestada. “Era de uma menina de 1,60 de altura. Eu tenho 1,90 e não cabia.”

Depois, ele usou uma luva improvisada de motocross que não resistiu, furando “logo na terceira vez que fui frear”. Ele diz que mesmo assim não desistiria de completar os 15 km da prova nem quando “uma velhinha” o ultrapassou”. Após a sofrida subida da av. Brigadeiro Luiz Antônio, o pneu furou. Mesmo assim ele prosseguiu.

“Na linha de chegada vi meus pais, todos chorando e percebi que seis meses antes, era um choro de preocupação, medo e naquela hora, eu e eles vimos que eu era capaz de fazer qualquer coisa com a cadeira.” Fernando diz que tem o objetivo de disputar uma Olimpíada, embora reconheça que a falta de movimento nas pernas é uma desvantagem.

“Quando se fala em nível olímpico, qualquer ausência de unha é uma desvantagem e na canoagem existe um movimento de pernas importante. Mas tenho uma certa vantagem por ter muita força nos braços. Eu acredito e quero competir com atletas olímpicos no futuro.”

Fernando abandonou a carreira de jogador de futebol de um time de divisões inferiores aos 17 anos para ser modelo. Ele ficou famoso ao participar da segunda edição do programa Big Brother Brasil, em 2002. Sua carreira internacional foi interrompida por um acidente de automóvel em junho de 2009, que o deixou paraplégico. Desde então, dedica-se a paracanoagem.


Jô Soares faz visita surpresa à ESPN Brasil e programa ganha ares de histórico no feriado
Comentários Comente

UOL Esporte


O programa Bate-Bola, da ESPN Brasil, é conhecido por sua descontração ao tratar dos grandes temas esportivos do dia, principalmente por conta de seu apresentador João Carlos Albuquerque. Mas a edição desta quinta-feira, feriado da Proclamação da República, foi ainda mais leve por conta de uma participação especial.

Com o programa já iniciado, alguns jornalistas do canal começaram a publicar no Twitter que o apresentador, escritor e humorista Jô Soares entraria ao vivo. Acabado um intervalo, lá estava ele. A história contada dentro do canal é que ele pediu para seu motorista para levá-lo para visitar seus amigos na ESPN Brasil, que fica no bairro paulistano do Sumaré.

Ele chegou na portaria do prédio, pediu para falar com o “Canalha”, pegou um crachá e subiu. Como João Carlos estava ao vivo, apresentando o Bate-Bola, Jô passou por toda a redação e entrou de surpresa no programa, que ganhou ares de histórico, e dessa maneira foi tratado.

Não tem como negar que uma visita de um figurão da TV Globo a outros canais, que não sejam do grupo, é algo muito raro de se acontecer. E a ESPN Brasil aproveitou bem essa visita.

Jô contou muitos causos, de tudo que viu sobre futebol durante a vida, comemorou o título nacional do Fluminense, time que é torcedor declarado, elogiou muito a atual equipe tricolor (“O Wellington Nem é daqueles jogadores que você só consegue parar à bala”), relembrou a tristeza do Maracanazzo na Copa do Mundo de 1950 e, é claro, contou muitas piadas e histórias engraçadas.

O apresentador da TV Globo ainda convidou o técnico do Fluminense Abel Braga, que também participava do programa no estúdio do Rio de Janeiro, para lhe fazer uma visita em São Paulo. “Então separa a bebida. Eu gosto de um bom brandy, um vinho espanhol”, cobrou o treinador, que do outro lado, ouviu a promessa de que será recebido com tudo isso e um pouco mais.

(Por Jorge Corrêa)


Belfort confessa a Jô Soares que abusou dos doces e engordou sete quilos em dois dias
Comentários Comente

UOL Esporte

Vítor Belfort será um dos entrevistados do Programa do Jô, nesta terça-feira. O lutador aproveitou o fato para presentear o apresentador com seu novo livro e fazer uma espécie de confissão: engordou mais de sete quilos em dois dias depois da lesão na mão que o deixou fora do UFC 147.

“Eu estava meio ansioso estes dias e comi muito doce,  muita massa. Ganho peso facilmente, mas em cada treino chego a perder três quilos”, afirmou o lutador brasileiro, que disse que começará as sessões de fisioterapia já nesta semana. “Estou muito feliz com recuperação. No meio de julho, já vou começar a socar com a mão direita”.

O lutador aproveitou também para divulgar seu livro “Vitor Belfort: lições de garra, fé e sucesso” e dedicá-lo a Jô Soares. “Eu queria muito que a primeira pessoa a receber este livro fosse você, Jô. Há muito tempo, você falou da importância da leitura. A mente precisa ser alimentada para você ter cada vez mais força”, disse ao apresentador.

Crédito da imagem: Divulgação


Jô Soares entrevista PVC e faz “bullying” com outro comentarista da ESPN: “gordinho do Rio”
Comentários Comente

UOL Esporte

Paulo Vinícius Coelho, o PVC, foi um dos entrevistados do “Programa do Jô” desta terça-feira. Mas foi outro comentarista dos canais ESPN, Lúcio de Castro, que acabou sofrendo com uma espécie de “bullying” do apresentador. No meio do papo, Jô o chamou de “gordinho do Rio”.

Jô se diz telespectador assíduo do “Bate-Bola: 1ª edição”, que vai ao ar na ESPN Brasil de segunda a sexta. O programa é apresentado por João Carlos Albuquerque, amigo do apresentador global, e conta com comentários de PVC e Mauro Cezar Pereira, em São Paulo, e Lúcio, no Rio.


Foto: Reprodução de TV/Globo

No meio da conversa com PVC, cujo tema foi a seleção brasileira, Jô acabou citando o comentarista carioca, causando até a criação da hashtag #gordinhodorio no Twitter.

“Quando o Guardiola deixou o Barcelona, alguém disse: ‘pois é, por que a gente não convida ele para ser técnico da seleção?’. E aquele gordinho do Rio, como é o nome dele?”, perguntou Jô. “Lúcio de Castro”, respondeu PVC. “O Lúcio, inclusive, ele acha que tem que falar alto por que ele tá no Rio. ‘Ele é capaz de aceitar, pode convidar'”, falou o apresentador, em voz alta.


Miss do vôlei vai ao programa de Jô Soares e recebe cantada: “Quer casar comigo?”
Comentários Comente

UOL Esporte


Foto: Zé Paulo Cardeal/Divulgação

Ela é modelo, já foi miss no Rio Grande do Sul e é uma das musas da Superliga feminina de vôlei. Luciane Escouto, jogadora do Mackenzie-MG, já deixou Tiago Leifert babando com a sua beleza. Dessa vez, foi Jô Soares quem ficou encantado com a moça.

Leia também: >> Miss do vôlei, Luciane descarta posar nua, mas sonha em ser apresentadora de TV

“Você é linda. Não é só na televisão não, é linda. Quer casar comigo?”, disse Jô para Luciane, uma das entrevistadas do “Programa do Jô” na edição que foi ao ar no início da madrugada desta terça-feira.

Depois de mostrar uma série de fotos e imagens de Luciane nas passarelas, Jô voltou a elogiar a beleza da jogadora. “E é fotogênica. Às vezes, a pessoa é muito bonita quando a gente olha… Ou então ao contrário, é linda na foto e, pessoalmente, meia boca. Você é a boca inteira”. “Ela tem um sorriso devastador”, completou o apresentador.

Veja como a musa do vôlei se saiu na visita à agência Ford[uolmais type=”video” ]http://mais.uol.com.br/view/12469200[/uolmais]

Jô ainda quis saber se a musa já pensou em posar nua:

Jô – Você já foi convidada para fazer alguma matéria sexy, fotografias nuas ou seminuas?

Luciane – Eu tive o convite logo depois do concurso.

Jô – E não fez?

Jô – Não fiz.

A cara de decepção de Jô e o “ah!” em coro dos marmanjos da plateia foram impagáveis.

Leia também: >> Musa da Superliga não chega a tempo e dá “balão” no “Globo Esporte”