Blog UOL Esporte vê TV

Marcelinho comanda programa na TV fechada com ajuda de pastor e sonha alto

UOL Esporte

 

Marcelinho

Marcelinho Carioca deixou os gramados há pouco mais de cinco anos e desde então tem se dedicado a outras funções. Depois de tentar, sem sucesso, ingressar na política, o ex-camisa 7 do Corinthians mostra uma nova faceta: a de apresentador de programa de televisão.

O fato ocorre há algumas semanas, na RBI TV, canal ligado à Mix TV, cuja boa parte da programação é da Igreja Apostólica Plenitude do Trono de Deus. O programa Virando o Jogo, que vai ao ar na Transamérica há seis meses, ganhou uma versão para a televisão após um pedido do próprio Marcelinho ao pastor Agenor Duque.

''Foi ideia minha levar para a TV. Eu falei com o Apóstolo Agenor Duque. Ele falou que queria também um programa aqui de entretenimento de ajudar os jovens'', conta o ex-jogador em entrevista ao UOL Esporte.

De acordo com Marcelinho, o programa, que vai ao ar aos domingos, às 23h, não tem viés religioso. ''Eu sou da igreja Plenitude, mas não é um programa gospel. É um programa de gerar oportunidades, de esperança e de realizações de sonhos. A gente fala das coisas da atualidade, de política, de esportes, de tudo. Pega no pé de quem está fazendo coisa errada e também promove uma ação social'', explicou.

Marcelinho ressalta que a sua própria história de vida ajudou a colocar o programa no ar. O passado, de acordo com o ex-atleta, foi citado pelo pastor antes do acerto. ''Ela falou que queria pela minha história de vida, pela referência aos jovens, por ter vencido, estudado e sempre estar preocupado em ser uma boa referência aos jovens'', disse.

O apresentador explica qua a ideia entrevistar famosos e anônimos, para mostrar ao público os obstáculos da vida. ''Na semana passada eu entrevistei Nany People, entrevistei Munhoz e Mariano, Rick do Rick & Renner. O famoso conta a história de vida dele, como foi a infância até chegar no estrelato. O anônimo é um cara da comunidade, um líder, que precisa para ter virar o jogo da comunidade'', contou.

Marcelinho minimiza o fato de o programa estar na grade de um canal fechado. ''O telefone não para, o WhatsApp não para. Eu estou muito feliz. Eu vou entrar de cabeça nisso. O projeto Virando o Jogo, que era o da rádio, explodiu'', frisou.

O ex-camisa 7 do corinthians, porém, mira voos mais altos. Ele quer um programa na TV aberta. ''Quero ir para cima, ir para a tv aberta. Eu estou focado na comunicação. A minha vida agora é comunicação'', disse Marcelinho, que garante: deixou a política para trás.

''Eu não tenho mais nada com a política. Não vou ser candidato, não quero, não quero ser candidato, não vou sair pra ser vereador. Estou totalmente focado na comunicação'', finalizou.

Diego Salgado e Vanderlei Lima
Do UOL, em São Paulo