Blog UOL Esporte vê TV

Galvão Bueno “entrega” que é flamenguista e diz que bordão sobre Taffarel surgiu como cornetada

UOL Esporte

Maior narrador esportivo do Brasil, Galvão Bueno “entregou” em participação ao programa “Altaas Horas”, da TV Globo, que é torcedor do Flamengo. Entre aspas porque o locutor não chegou a dizer isso com todas as letras, mas deixou implícito.

Questionado pela plateia sobre qual partida de clubes que nunca esquecerá, Galvão disse: “Ah, vamos lá! O cara chega numa certa idade que pode falar. Flamengo campeão em Tóquio. Já me entreguei, pronto”.

O apresentador Serginho Groissman, então, brincou com a revelação, o que provocou nova resposta do narrador. “Sou carioca. Todo mundo me pergunta se eu sou corintiano, dizem que sou palmeirense, são-paulino. Eu sou carioca, tijucano, salgueirense”, falou o locutor.

Apesar das suspeitas de que Galvão fosse mesmo flamenguista, o locutor nunca havia admitido o fato.

Ainda no “Altas Horas”, o narrador explicou a origem do famoso bordão “vai que é sua, Taffarel”. De acordo com ele, a frase surgiu em forma de cornetada ao ex-goleiro.

“O desgraçado não saía do gol”, disse Galvão. “Foi o maior goleiro de seleção brasileira que eu vi, um gênio, só que ele não saía do gol e eu ficava desesperado. Teve um jogo que a bola passou e eu falei ‘sai que sua, Taffarel’, que queria dizer ‘vai na bola, pelo amor de Deus.”