Blog UOL Esporte vê TV

Caio Ribeiro sai do muro, alfineta Valdivia e Felipão e elege Barcos “melhor” que Wesley

UOL Esporte

Ricardo Zanei, em São Paulo


O palmeirense Barcos em ação na partida contra o Paulista – Foto: Adriano Vizoni/Folhapress

Caio Ribeiro é sempre criticado por ficar em cima do muro em seus comentários na Globo. Mas, quem assistiu à vitória por 1 a 0 do Palmeiras sobre o Paulista, nesta quarta-feira, pelo Campeonato Paulista, pode ter se surpreendido. O ex-jogador foi contundente em sua análise, alfinetou o meia Valdivia e o técnico Luiz Felipe Scolari e elogiou a contratação de Wesley, mas elegeu Barcos como o melhor reforço do clube alviverde na temporada.

Há duas semanas, o comentarista participou do empate sem gols entre Cruz Azul e Corinthians, até o momento, sua única aparição na Copa Libertadores neste ano. Na ocasião, ele rasgou elogios para o desempenho corintiano, abusando dos adjetivos. Dessa vez, a postura foi completamente diferente. Se o futebol apresentado por Paulista e Palmeiras foi morno, os comentários de Caio foram quentes.

Leia também: >> Na estreia de Wesley, João Vítor brilha e dá a vitória para o Palmeiras

Valdivia
O meia foi alvo de críticas em pelo menos dois momentos. Aos 35min, Marcos Assunção saiu da bola, e o chileno foi o responsável por uma cobrança de falta frontal, acertando a barreira. “Bacana, já deu oportunidade, agora pode voltar o Assunção'', disparou. O narrador Cléber Machado tentou argumentar, mas Caio foi firme. “Você tem o maior especialista em bola parada do Brasil, o jogo está 0 a 0: tem que bater o Assunção.''

Ao fim do primeiro tempo, o ex-atacante viu a ausência de oportunidades do Palmeiras como fruto da apresentação apagada do meia. “Muito dessa falta de criação, de criar chances claras de gol do Palmeiras, passa pelo Valdívia. Ele tem que participar mais do jogo.''

Felipão
No intervalo, Caio elogiou Felipão. “No domingo [contra o Corinthians] , eu critiquei a saída do Maikon Leite. Hoje, foi muito bem. Se vai dar certo, ou não, são outros quinhentos. Mas pelo menos tentou alguma coisa diferente'', disse, ao ser informado da entrada de Daniel Carvalho na vaga de Vinicius.

Segundos depois, o elogio virou uma crítica das mais educadas. “Tenho o maior respeito pela história do Felipão, mas acho que ele dá muita ênfase ao esquema tático. Chega uma hora que você põe os melhores e vê no que dá'', completou.

Logo no começo da segunda etapa, Caio pareceu ter razão: Daniel Carvalho sofreu uma falta na intermediária e quase marcou em um chute pela direita. “Em 5min, já jogou mais do que o Palmeiras na primeira etapa”, disse, referindo-se ao ex-jogador do Atlético-MG.

Leia também: >> Casagrande volta à Libertadores, pede criatividade e dá tom oposto ao de Caio Ribeiro
>> Caio substitui Casagrande, rasga elogios ao time e estreia na Libertadores no melhor estilo “Vai, Corinthians”

Wesley ou Barcos?
A partida marcou a estreia do meia Wesley no Palmeiras. Perguntado por Cléber se o ex-santista era um bom reforço, Caio saiu do muro. “Não vou entrar no mérito do custo-benefício, acho o Wesley muito bom jogador, mas não sei se por esse valor. Para mim, a melhor contratação do Palmeiras no ano foi o Barcos.''

Premonição
Cronômetro marcando 42min do segundo tempo. Cléber pergunta se ainda há tempo para sair um gol. “Ainda dá, nesses três minutos, para ir para cima e tentar o gol'', disse Caio. Dito e feito. Mal o comentarista acabou de falar, João Vítor fez o gol da vitória.

Se os times ficaram longe de apresentar futebol envolvente e por pouco não saíram do 0 a 0, pelo menos o torcedor viu Caio sair do muro. E foi um dos melhores momentos do jogo.