Blog UOL Esporte vê TV

Globo esconde desmaio e braço quebrado em matéria do UFC 140 e culpa “hora do almoço”

UOL Esporte

O UFC 140, neste fim de semana, teve imagens fortes: Lyoto Machida foi apagado por Jon Jones com uma finalização; Rodrigo Minotauro teve o braço quebrado pelo norte-americano Frank Mir. No entanto, a Rede Globo, transmissora oficial do evento a partir de 2012, suprimiu estas cenas ao noticiar a noitada de lutas. O pretexto foi o horário da matéria transmitida no Globo Esporte.

LEIA MAIS – Veja a cobertura completa do UFC 140 no UOL Esporte

O apresentador Tiago Leifert anunciou a reportagem, mas alertou: “Não vamos poder mostrar tudo, as imagens são muito fortes para esse horario, tem gente almoçando. Entao o fã mais fervoroso não vai ver do jeito que queria”, disse ele.

No ar, a matéria contou os resultados dos combates, mas não mostrou a finalização que Minotauro levou, nem o desmaio de Lyoto Machida. Sobre o baiano, por exemplo, citou-se que ele “levou uma chave de braço espetacular”.

CONFIRA TAMBÉM – Minotauro mostra otimismo antes de cirurgia

Curiosamente, o apresentador chegou a anunciar as atrações do UFC em seu perfil no Twitter, e falando dos momentos mais intensos. “Caramba, terrível a imagem do Minotauro quebrando o braço. E o Machida desmaiando? Naaassa. Pior que isso só Esperance x Al Sadd”, afirmou o apresentador.

O evento não foi transmitido ao vivo pela Globo, que já transmitiu um combate de Júnior Cigano mas cujo acordo com o UFC começa para valer em janeiro – a emissora vai passar o UFC 142, com José Aldo e Vitor Belfort. Curiosamente, o primeiro evento com a Globo não teve grandes doses de brutalidade, quando Cigano nocauteou rapidamente Cain Velásquez para conquistar o cinturão dos pesos pesados.

Vale lembrar que, antes da compra dos direitos pelo Rede Globo, os rumores davam conta de que a emissora não tinha interesse em transmitir MMA, justamente devido à violência dos combates, que não se enquadrariam no perfil dos telespectadores.